Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Mais de 100 mil pessoas deixaram Ghouta Oriental por corredores do Exército

Pelo menos 132 mil pessoas saíram de zonas opositoras da região de Ghouta Oriental, em meio a uma ofensiva do Exército sírio, para zonas controladas pelas autoridades nos passados nove dias, informou neste sábado o Observatório Sírio de Direitos Humanos.


EFE

A fonte detalhou que cerca de 95% delas são civis e atravessaram através do corredor aberto pelas forças armadas no campo de refugiados palestinos de Al Wafidin, que une as zonas controladas pelas facções opositoras com as áreas sob controle do Exército.


EFE/ Youssef Badawi
EFE/ Youssef Badawi

Os residentes de Ghouta Oriental começaram a deixar seus lares no último dia 15, quando as forças governamentais asseguraram seu controle sobre parte da região e abriram esses corredores, depois de ter mantido um sítio sobre a área durante vários anos.

Por outro lado, o Observatório destacou que 37 mil civis permanecem nas localidades de Ain Tarma, Kafr Batna e Saqba, que as tropas sírias conquistaram nos passados dias.

Enquanto isso, centenas de pessoas estão saindo das populações de Zamalka e Arbin, em virtude de um acordo entre a Legião da Misericórdia e o Organismo de Libertação do Levante, como se denomina a ex-filial síria da Al Qaeda.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas