Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Mais de 40 mil terroristas com respectivas famílias foram evacuados de Ghouta Oriental

Mais de 40 mil terroristas e membros de suas famílias foram evacuados das quatro localidades da Ghouta Oriental. Todos foram transferidos para Idlib, informou o comandante do Centro russo para reconciliação na Síria, o general-major Yuri Yevtushenko.


Sputnik

Ele explicou que o Centro e a Polícia Militar do exército russo realizaram com sucesso a operação de oito dias para retirada de terroristas de Ghouta Oriental.


Soldados russos em uma zona onde jornalistas estão à espera de um comboio regressando de Ghouta Oriental
Militares russos em corredor humanitário em Ghouta Oriental, Síria © REUTERS/ OMAR SANADIKI

"Nas localidades de Arbil, Dzhaubar, Ein Tarma e Zamalka foram evacuados 41.126 terroristas e membros de suas famílias. Todos eles, acompanhados por automóveis do serviço de segurança da República Árabe da Síria, das viaturas do Crescente Vermelho, bem como pelos soldados da Polícia Militar o exército da Rússia, foram encaminhados para a localidade de Qalaat al-Madiq, na zona de desescalada de Idlib", revelou Yevtushenko.

O militar acrescentou que 34 reféns foram liberados das mãos dos grupos terroristas durante a operação de escala sem precedentes na região.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas