Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Mais de 40 mil terroristas com respectivas famílias foram evacuados de Ghouta Oriental

Mais de 40 mil terroristas e membros de suas famílias foram evacuados das quatro localidades da Ghouta Oriental. Todos foram transferidos para Idlib, informou o comandante do Centro russo para reconciliação na Síria, o general-major Yuri Yevtushenko.


Sputnik

Ele explicou que o Centro e a Polícia Militar do exército russo realizaram com sucesso a operação de oito dias para retirada de terroristas de Ghouta Oriental.


Soldados russos em uma zona onde jornalistas estão à espera de um comboio regressando de Ghouta Oriental
Militares russos em corredor humanitário em Ghouta Oriental, Síria © REUTERS/ OMAR SANADIKI

"Nas localidades de Arbil, Dzhaubar, Ein Tarma e Zamalka foram evacuados 41.126 terroristas e membros de suas famílias. Todos eles, acompanhados por automóveis do serviço de segurança da República Árabe da Síria, das viaturas do Crescente Vermelho, bem como pelos soldados da Polícia Militar o exército da Rússia, foram encaminhados para a localidade de Qalaat al-Madiq, na zona de desescalada de Idlib", revelou Yevtushenko.

O militar acrescentou que 34 reféns foram liberados das mãos dos grupos terroristas durante a operação de escala sem precedentes na região.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas