Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Seul celebra decisão de Pyongyang em suspender testes nucleares e de mísseis

Presidente sul-coreano Moon Jae-in e o líder norte-coreano Kim Jong-un irão se encontrar na próxima sexta-feira (27).
EFE

O governo da Coreia do Sul qualificou neste sábado (21) como um "progresso significativo" para a desnuclearização da Coreia do Norte a decisão do regime de Pyongyang de suspender os seus testes atômicos e de mísseis, assim como o fechamento de seu centro de testes nucleares.

Em um comunicado enviado pelo gabinete presidencial sul-coreano, Seul considerou que "a decisão da Coreia do Norte é significativa para a desnuclearização da península coreana" e disse, além disso, que "ajudará a criar um ambiente muito positivo para o sucesso das próximas cúpula intercoreana e entre o Norte e Estados Unidos".

O governo sul-coreano se comprometeu em preparar o iminente encontro entre seu presidente, Moon Jae-in, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, previsto para o próximo dia 27, de modo a "liderar o caminho para a desnuclearização e paz duradour…

Marinha russa recebe 3 submarinos nucleares de 4ª geração

A Marinha russa recebeu três submarinos nucleares de quarta geração. Os navios já foram colocados no serviço e cumprem suas tarefas, afirmou no sábado o comandante-chefe da Marinha russa, almirante Vladimir Korolev.


Sputnik

Segundo o almirante, dois grupos navais da Frota do Norte e do Pacífico receberão os mais recentes cruzadores submarinos de quarta geração da classe Borei.


Submarino russo Vladimir Monomakh em Kamchatka (imagem referencial)
Submarino russo Valdimir Monomakh © Sputnik/ Ildus Gilyazutdinov

"Atualmente, da Marinha já fazem parte e realizam missões militares os cruzadores Yuri Dolgoruky, Aleksandr Nevsky e Vladimir Monomakh", disse Korolev à mídia russa.

Além disso, nos próximos três anos a Marinha do país receberá 40 robôs marítimos.

"Planejamos nos próximos três anos obter 40 sistemas robotizados, que realizarão exames e assistência aos submarinos sem riscos para as pessoas", afirmou o comandante.

Hoje em dia, as unidades de salvamento da Marinha russa possuem cerca de 150 batiscafos não tripulados teleguiados, acrescentou Korolev.


Postar um comentário