Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono nega que avião russo tenha 'expulsado' bombardeiro americano do Báltico

O Pentágono não concorda que o bombardeiro estratégico norte-americano B-52H tenha sido expulso por um caça russo Su-27 sobre o mar Báltico, comunicou à Sputnik o representante da entidade militar americana Eric Pahon.
Sputnik

"O avião da Força Aérea dos EUA B-52H realizava operações rotineiras no espaço aéreo internacional segundo o princípio da liberdade de navegação e de voo. Em 20 de março, o B-52H teve um encontro ordinário com um Su-27 russo que efetuava operações sobre o mar Báltico", esclareceu o porta-voz do Pentágono.

Pahon acrescentou que o Su-27 não expulsou o B-52H, que conseguiu completar a sua missão.

Na véspera, o Ministério da Defesa da Rússia publicou um vídeo de caças russos escoltando um bombardeiro estratégico americano Boeing B-52H sobre as águas neutras do mar Báltico. Segundo o comunicado, dois caças Su-27 levantaram voo para identificar e acompanhar a aeronave dos EUA.

De acordo com o Ministério, após o B-52H ter mudado de trajetória, distanciando-se da f…

Marinha russa recebe 3 submarinos nucleares de 4ª geração

A Marinha russa recebeu três submarinos nucleares de quarta geração. Os navios já foram colocados no serviço e cumprem suas tarefas, afirmou no sábado o comandante-chefe da Marinha russa, almirante Vladimir Korolev.


Sputnik

Segundo o almirante, dois grupos navais da Frota do Norte e do Pacífico receberão os mais recentes cruzadores submarinos de quarta geração da classe Borei.


Submarino russo Vladimir Monomakh em Kamchatka (imagem referencial)
Submarino russo Valdimir Monomakh © Sputnik/ Ildus Gilyazutdinov

"Atualmente, da Marinha já fazem parte e realizam missões militares os cruzadores Yuri Dolgoruky, Aleksandr Nevsky e Vladimir Monomakh", disse Korolev à mídia russa.

Além disso, nos próximos três anos a Marinha do país receberá 40 robôs marítimos.

"Planejamos nos próximos três anos obter 40 sistemas robotizados, que realizarão exames e assistência aos submarinos sem riscos para as pessoas", afirmou o comandante.

Hoje em dia, as unidades de salvamento da Marinha russa possuem cerca de 150 batiscafos não tripulados teleguiados, acrescentou Korolev.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas