Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA ameaçam Turquia com sanções em caso de compra dos sistemas S-400 da Rússia

Em dezembro 2017, Rússia e Turquia assinaram um acordo de empréstimo para o fornecimento de sistemas de mísseis de defesa aérea S-400 russos para a Turquia.
Sputnik

O assessor do secretário de Estado dos EUA, Wess Mitchell, declarou nesta quarta-feira (18), durante uma audiência na Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Representantes dos EUA, que a Turquia pode receber sanções após a compra dos sistemas de defesa russos S-400.


"Ancara confirma que concordou em comprar os sistemas de mísseis russos S-400, o que pode potencialmente levar a sanções no âmbito do artigo 231 da Lei de Contenção de Adversários da América Através de Sanções [CAATSA] e influencia negativamente sobre a participação no programa dos F-35 [caças de 5ª geração]", disse o representante do Departamento de Estado na audiência sobre a política dos EUA no Oriente Médio.

Em dezembro do ano passado, os representantes russos e turcos assinaram um acordo de crédito para fornecimento de sistemas S-400. Segundo …

Militares russos ajudam civis sírios a saírem de Ghouta Oriental (VÍDEO)

Militares russos, juntamente com seus colegas sírios, estão ajudando os civis a saírem da região de Ghouta Oriental, que continua estando ocupada pelos militantes. Um representante do exército sírio comentou a situação à Sputnik.


Sputnik

Com o aumento do número de pessoas desejando abandonar Ghouta Oriental, os militares russos e sírios tomaram medidas adicionais para garantir a segurança. Os refugiados recebem abrigo, alimentos, assistência médica e tudo o que é necessário para uma vida normal.


Civis deixando a região de Ghouta Oriental através de um corredor humanitário
Civis deixando Ghouta Oriental © Sputnik/ Mikhail Alaeddin

"Os militares russos estão desempenhando um papel muito importante, realizando o controle de um número inesperadamente alto de refugiados saindo de Ghouta [Oriental]. A saída em massa de Ghouta é resultado do sucesso que o exército sírio teve no campo de batalha", disse à Sputnik Árabe um tenente-coronel do exército do país árabe.

A agência também falou com o soldado russo Vitaly que está servindo no momento em Ghouta Oriental. Ele afirma estar contente por cumprir sua tarefa ajudando os civis, milhares dos quais já conseguiram sair de sob controle dos terroristas.

Ghouta Oriental foi ocupada pelos militantes em 2012. De acordo com estatísticas do exército sírio, na área estão entre 10 e 12 mil militantes.

Atualmente, a região tem dois corredores humanitários funcionando para garantir a saída de civis e militantes. De acordo com o Centro Russo de Reconciliação na Síria, mais de 68.000 pessoas saíram de Ghouta Oriental desde a abertura de corredores humanitários.


Postar um comentário