Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Míssil Brahmos com ‘seeker’ indiano é testado com sucesso

A Índia testou com sucesso sua arma de precisão BrahMos, como é chamado o míssil de cruzeiro supersônico mais rápido do mundo.


The Times of India | Poder Aéreo

NOVA DELI – Às 8h42 do dia 22 de março, o BrahMos atingiu seu alvo designado com precisão em Pokhran, Rajasthan.

Sukhoi Su-30 testando o Brahmos

“O formidável míssil de cruzeiro BrahMos foi testado com sucesso em voo às 8h42 de hoje na área de testes de Pokhran, Rajasthan. A arma de ataque de precisão com “seeker” indiano voou em sua trajetória designada e atingiu o alvo com grande precisão, twittou o Ministério da Defesa.

A ministra da Defesa, Nirmala Sitharaman, parabenizou a Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Defesa (DRDO) pelo sucesso dp teste e disse que será um novo impulso para a segurança do país.

O teste de voo vem na esteira de outro grande marco de novembro passado, quando o Brahmos foi testado com sucesso pela primeira vez a partir do jato de combate Sukhoi Su-30 MKI da Força Aérea Indiana.

O BrahMos tornou-se a arma de ataque convencional de precisão preferida para as forças armadas indianas. O elegante míssil de cruzeiro supersônico voa a Mach 2,8, quase três vezes velocidade do som. As forças armadas já introduziram as versões terrestre e naval dos mísseis BrahMos de 290 km de alcance na última década.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas