Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Lançamento do Submarino Riachuelo – S40 (VIDEO)

Hoje, 14 de dezembro, às 10h da manhã em Itaguaí-RJ, teve início a Cerimônia de Lançamento do Submarino Riachuelo, o primeiro de uma série de quatro submarinos convencionais e um nuclear que estão sendo construídos pela Marinha do Brasil. A cerimônia conta com a presença do Presidente da República.
Poder Naval

O nome do primeiro submarino, “Riachuelo”, é alusivo à Batalha Naval do Riachuelo, considerada decisiva na Guerra do Paraguai, com atuação destacada da Marinha do Brasil.


Acompanhe a Cerimônia em tempo real no vídeo no final deste post.
Prosub

O Brasil tem o mar como uma forte referência em todo o seu desenvolvimento. É nessa área marítima que os brasileiros desenvolvem as atividades pesqueiras, o comércio exterior e a exploração de recursos biológicos e minerais. A imensa riqueza das águas, do leito e do subsolo marinho nesse território justifica seu nome: Amazônia Azul.

A Amazônia Azul cobre uma área de 3,5 milhões de quilômetros quadrados. Mas o país pleiteia na Organização das Naç…

Moscou: Londres abafando dados sobre caso Skripal sugere envolvimento de inteligência

Falar diretamente sobre um envolvimento britânico no incidente com envenenamento do ex-espião russo, Sergei Skripal, e sua filha Yulia, é difícil, mas o fato de Londres estar abafando as informações sobre o caso faz pensar sobre envolvimento dos serviços secretos britânicos, disse hoje (31) a representante oficial da chancelaria russa.


Sputnik

"Até agora, nós não temos dados sobre este caso. As únicas informações oficiais que recebemos do Reino Unido chegaram ontem e têm a ver com a melhoria do estado de saúde de Yulia Skripal. Por isso é difícil falar diretamente sobre o envolvimento do Reino Unido e seus altos responsáveis oficiais no caso, mas há certas suspeitas em respeito a isso", afirmou Maria Zakharova, representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, neste sábado ao canal de TV russo Pyaty Kanal.


Maria Zakharova, representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, durante uma coletiva em Moscou
Maria Zakharova © Sputnik/ Alexander Vilf

De acordo com a diplomata, "a ocultação de informações e o fato de não serem divulgados detalhes do acontecido faz pensar que, de fato, isto pode estar relacionado, particularmente, com os serviços secretos britânicos".

Nesta semana, uma série de países da União Europeia, bem como os EUA, o Canadá, a Noruega, a Ucrânia e vários outros, decidiram expulsar diplomatas russos na sequência do incidente de Salisbury, onde em 4 de março foi envenenado o ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia.

A parte britânica assegura que o uso da substância A-234 para efetuar o crime tem a ver com o envolvimento russo, enquanto Moscou o descarta categoricamente e já está tomando medidas de represália.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas