Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Seul celebra decisão de Pyongyang em suspender testes nucleares e de mísseis

Presidente sul-coreano Moon Jae-in e o líder norte-coreano Kim Jong-un irão se encontrar na próxima sexta-feira (27).
EFE

O governo da Coreia do Sul qualificou neste sábado (21) como um "progresso significativo" para a desnuclearização da Coreia do Norte a decisão do regime de Pyongyang de suspender os seus testes atômicos e de mísseis, assim como o fechamento de seu centro de testes nucleares.

Em um comunicado enviado pelo gabinete presidencial sul-coreano, Seul considerou que "a decisão da Coreia do Norte é significativa para a desnuclearização da península coreana" e disse, além disso, que "ajudará a criar um ambiente muito positivo para o sucesso das próximas cúpula intercoreana e entre o Norte e Estados Unidos".

O governo sul-coreano se comprometeu em preparar o iminente encontro entre seu presidente, Moon Jae-in, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, previsto para o próximo dia 27, de modo a "liderar o caminho para a desnuclearização e paz duradour…

Novo assessor de Trump quer estabelecer pré-requisitos para negociar com a Coreia do Norte

O novo assessor de segurança nacional do presidente Donald Trump, John Bolton, insiste em estabelecer pré-condições antes de qualquer reunião com a liderança da Coreia do Norte. Para Bolton, Trump deve exigir a destruição de armas nucleares antes de qualquer negociação.


Sputnik

Bolton, que teve papel-chave como representante do governo de George W. Bush na ONU entre 2005 e 2006, é considerado uma guinada à direita do gabinete presidencial. O conservador aconselhou o presidente a estabelecer um paralelo às negociações pela destruição de armas nucleares na Líbia em 2004.


John Bolton, the former U.S. ambassador to the United Nations, arrives at Trump Tower for a meeting with President-elect Donald Trump, Friday, Dec. 2, 2016, in New York
John Bolton © AP Photo/ Evan Vucci

"Vamos ter essa conversa até maio, ou até mesmo antes, e vamos ver como a Coreia do Norte realmente é séria", disse Bolton, citado pela RFA. "Se eles não estão preparados para ter esse tipo de discussão séria, na verdade pode ser uma reunião muito curta".

O assessor se disse cético sobre o resultado da reunião e afirmou que os norte-coreanos já usaram tratativas de paz para camuflar o desenvolvimento do programa nuclear nacional.


Postar um comentário