Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

Operação no Complexo do Lins termina com 24 presos, diz Comando Militar do Leste

Oito deles foram presos em flagrante por tráfico e porte ilegal de arma. Drogas e armas também foram apreendidas na ação que ocorreu na Zona Norte do Rio nesta terça (27).


Por G1 Rio

O Comando Militar do Leste (CML) informou que a operação contra o tráfico de drogas no Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio, desta terça-feira (27)terminou com 24 pessoas presas até o início da noite.

Resultado de imagem para Lins é alvo da maior operação da intervenção na segurança do Rio
Lins é alvo da maior operação da intervenção na segurança do Rio

Delas, oito foram em flagrante por tráfico e porte ilegal de armas. O restante, em cumprimento de mandado de prisão. Também foram apreendidos 10 kg de maconha, além de cocaína e crack. Pisrolas, revólver, munições e rádios também foram confiscados pela polícia.

A operação foi realizada por quase 4 mil homens, sendo 3,4 mil das Forças Armadas e os demais das polícias. Segundo o CML, essa é a maior operação realizada após o decreto de intervenção federal na segurança pública do Rio. Os homens contaram com o apoio de blindados, aeronaves e equipamentos pesados de engenharia.

Por volta das 2h, policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), com apoio de um blindado, entraram na comunidade. Houve confronto com criminosos e troca de tiros que durou 15 minutos. Por volta das 6h, o Exército cercou a comunidade, e não houve mais registros de tiroteio.

O complexo de favelas tem uma Unidade de Polícia Pacificadora desde dezembro de 2013, mas é considerado um dos principais esconderijos de quadrilhas de roubo de carga na Região Metropolitana. Em janeiro, o Globocop flagrou criminosos descarregando aparelhos eletrônicos furtados.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas