Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Operação no Complexo do Lins termina com 24 presos, diz Comando Militar do Leste

Oito deles foram presos em flagrante por tráfico e porte ilegal de arma. Drogas e armas também foram apreendidas na ação que ocorreu na Zona Norte do Rio nesta terça (27).


Por G1 Rio

O Comando Militar do Leste (CML) informou que a operação contra o tráfico de drogas no Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio, desta terça-feira (27)terminou com 24 pessoas presas até o início da noite.

Resultado de imagem para Lins é alvo da maior operação da intervenção na segurança do Rio
Lins é alvo da maior operação da intervenção na segurança do Rio

Delas, oito foram em flagrante por tráfico e porte ilegal de armas. O restante, em cumprimento de mandado de prisão. Também foram apreendidos 10 kg de maconha, além de cocaína e crack. Pisrolas, revólver, munições e rádios também foram confiscados pela polícia.

A operação foi realizada por quase 4 mil homens, sendo 3,4 mil das Forças Armadas e os demais das polícias. Segundo o CML, essa é a maior operação realizada após o decreto de intervenção federal na segurança pública do Rio. Os homens contaram com o apoio de blindados, aeronaves e equipamentos pesados de engenharia.

Por volta das 2h, policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), com apoio de um blindado, entraram na comunidade. Houve confronto com criminosos e troca de tiros que durou 15 minutos. Por volta das 6h, o Exército cercou a comunidade, e não houve mais registros de tiroteio.

O complexo de favelas tem uma Unidade de Polícia Pacificadora desde dezembro de 2013, mas é considerado um dos principais esconderijos de quadrilhas de roubo de carga na Região Metropolitana. Em janeiro, o Globocop flagrou criminosos descarregando aparelhos eletrônicos furtados.

Comentários

Postagens mais visitadas