Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Operação no Complexo do Lins termina com 24 presos, diz Comando Militar do Leste

Oito deles foram presos em flagrante por tráfico e porte ilegal de arma. Drogas e armas também foram apreendidas na ação que ocorreu na Zona Norte do Rio nesta terça (27).


Por G1 Rio

O Comando Militar do Leste (CML) informou que a operação contra o tráfico de drogas no Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio, desta terça-feira (27)terminou com 24 pessoas presas até o início da noite.

Resultado de imagem para Lins é alvo da maior operação da intervenção na segurança do Rio
Lins é alvo da maior operação da intervenção na segurança do Rio

Delas, oito foram em flagrante por tráfico e porte ilegal de armas. O restante, em cumprimento de mandado de prisão. Também foram apreendidos 10 kg de maconha, além de cocaína e crack. Pisrolas, revólver, munições e rádios também foram confiscados pela polícia.

A operação foi realizada por quase 4 mil homens, sendo 3,4 mil das Forças Armadas e os demais das polícias. Segundo o CML, essa é a maior operação realizada após o decreto de intervenção federal na segurança pública do Rio. Os homens contaram com o apoio de blindados, aeronaves e equipamentos pesados de engenharia.

Por volta das 2h, policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), com apoio de um blindado, entraram na comunidade. Houve confronto com criminosos e troca de tiros que durou 15 minutos. Por volta das 6h, o Exército cercou a comunidade, e não houve mais registros de tiroteio.

O complexo de favelas tem uma Unidade de Polícia Pacificadora desde dezembro de 2013, mas é considerado um dos principais esconderijos de quadrilhas de roubo de carga na Região Metropolitana. Em janeiro, o Globocop flagrou criminosos descarregando aparelhos eletrônicos furtados.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas