Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Poloneses pedem a Trump ajuda para conseguir indenização da Rússia e Alemanha pela 2ª Guerra

Um auto-proclamado "partido bíblico antiglobalista" pró-EUA e pró-Israel da Polônia, que se autodenomina "Movimento 11 de novembro", criou uma petição no site We the People da Casa Branca pedindo ao presidente Donald Trump ajude a obter "compensação adequada" da Rússia e da Alemanha por danos causados ​​na Segunda Guerra Mundial.
Sputnik

"Os poloneses livres estão apelando para os EUA, o vencedor na Segunda Guerra Mundial e o fiador dos acordos do pós-guerra, para obter ajuda na recuperação das reparações de guerra da Alemanha e da Rússia", diz a petição.


Além de alcançar a "justiça histórica", uma campanha de reparações bem-sucedida desempenharia "um papel fundamental na Polônia, tornando-se um forte aliado dos Estados Unidos diante da ameaça que surge na Europa e na Ásia — um novo Império do Mal".

Falando ao The New American, uma pequena revista de propriedade da John Birch Society, o co-autor e vice-presidente do Movimento 11…

Palestina convida Brasil para ser mediador no conflito com Israel

O ministro das Relações Exteriores palestino, Riyad Maliki, pediu ao chanceler brasileiro, Aloysio Nunes Ferreira, que o Brasil participe plenamente de um "mecanismo internacional" para substituir os Estados Unidos na mediação do conflito com Israel.


Sputnik

O pedido ao Brasil, formulado em Ramallah, é mais um efeito do anúncio do presidente dos EUA, Donald Trump, em que proclamou Jerusalém como a capital de Israel.


Resultado de imagem para brasil palestina israel
Bandeiras da Palestina, Brasil e Israel | Reprodução

Desde então, os palestinos abordaram várias potências com o pedido de criar um mecanismo internacional envolvendo uma série de países.

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, considera que o papel de mediador dos Estados Unidos está esgotado e que o país deixou de ser justo e equitativo.

Durante a recepção ao ministro das Relações Exteriores brasileiro em Ramallah, Abbas insistiu na necessidade de criar um "mecanismo internacional" que "esteja de acordo com as resoluções internacionais para alcançar um acordo justo e global, e alcançar a paz na região, com a criação de um estado palestino com Jerusalém sendo e nas fronteiras de 1967".

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas