Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

VÍDEO mostra fragata norueguesa afundando, tendo colidido após manobras da OTAN

A mídia divulgou novos vídeo e fotos da fragata norueguesa KMN Helge Ingstad, que colidiu com o navio petroleiro Sola TS junto à costa norueguesa em circunstâncias desconhecidas ao regressar das manobras da OTAN.
Sputnik

A fragata ficou com um grande rombo a estibordo atravessando a linha de água, sete marinheiros ficaram feridos. A tripulação abandonou o navio acidentado, que depois foi rebocado para águas menos profundas para evitar seu afundamento total.


Uns dias após o acidente (8), a fragata continua parcialmente acima da superfície da água, mas está completamente assente no fundo. Mais de 10 toneladas de combustível para helicópteros vazou para o mar.

Até o momento, não há nenhumas informações sobre o estado do armamento a bordo, incluindo mísseis de cruzeiro e antiaéreos, torpedos e artilharia.

O petroleiro Sola TS, por sua parte, não sofreu nenhum dano durante a colisão.

As razões do incidente estão sendo investigadas. Entre as possíveis causas estão a navegação da fragata em reg…

Por que militares ucranianos seriam importantes na possível guerra entre Rússia e OTAN?

Em caso de haver uma guerra entre OTAN e Rússia, forças especiais ucranianas podem ser “indispensáveis” para a Aliança, acredita analista militar Konstantin Sivkov.


Sputnik

Se houvesse um conflito, as tropas da Aliança se focariam em conquistar instalações nucleares da Rússia para privá-las de armas estratégicas. Neste caso, a OTAN apostaria em forças especiais.


Militares ucranianos durante treinamento
Militares ucranianos em treinamento © Sputnik/ Stringer

"Forças especiais [ucranianas] podem ser deslocadas à Rússia, tanto sob o disfarce de passageiros civis, como por aviões militares", escreve Konstantin Sivkov em seu artigo publicado pelo jornal Voenno-promyshlenny kurier.

Após neutralizar o potencial nuclear russo, a OTAN com fim de garantir seu sucesso poderá recorrer às forças de reação rápida, "que estabelecerá um alto controle sobre o arsenal estratégico" da Rússia, escreve analista.

Sivkov sublinha o papel especial de militares ucranianos no possível conflito.

"Os soldados das forças especiais ucranianas são essencialmente importantes para a OTAN nestas condições. Tendo uma cultura e etnia semelhantes a da população russa, falam na mesma língua, eles [militantes das forças especiais] serão indispensáveis durante missões especiais", ressaltou o analista.

Anteriormente, o chanceler russo Sergei Lavrov, falando durante seu discurso na Conferência para o Desarmamento em Genebra, afirmou que os Estados Unidos estão treinando a Europa para utilizar armas nucleares contra Moscou, sublinhando que a preservação de armamentos nucleares não estratégicos na Europa, bem como a prática de "missões nucleares conjuntas" dificulta o desarmamento.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas