Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Presidente turco revela novo alvo da Operação do Ramo de Oliveira na Síria

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que a cidade síria de Tal Rifaat seria o próximo alvo da ofensiva militar de Ancara contra os militantes curdos.


Sputnik

O anúncio confirma as várias declarações anteriores do presidente, dizendo que a operação turca no norte da Síria continuaria após a apreensão de Afrin e se concentrará nas regiões de Manbij e Idlib.


Resultado de imagem para recep tayyip erdogan
Recep Tayyip Erdogan | Reprodução

"Se Deus quiser, garantiremos que esta operação atinja seu objetivo depois de tomar o controle de Tal Rifaat em um curto período de tempo", declarou Erdogan na cidade de Trabzon, no Mar Negro.

No dia anterior, o Estado-Maior das Forças Armadas Turcas declarou que as forças do país haviam estabelecido o controle total sobre a cidade de Afrin, anteriormente dominada pelos curdos.

A Turquia lançou sua operação militar apelidada de Ramo de oliveira em 20 de janeiro, juntamente com as forças do Exército Sírio Livre da oposição. O país sublinhou que o seu avanço militar visa "limpar" a fronteira com a Síria da ameaça terrorista. Essa ameaça, como explicou Ancara, é constituída pelo Partido da União Democrática (PYD), um partido político curdo no norte da Síria, e a milícia Unidade de Proteção do Povo Curdo (YPG), ligada ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) considerado como uma organização terrorista de Ancara.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas