Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

Primeiro voo do Saab GlobalEye é bem-sucedido

A Saab concluiu com sucesso o primeiro voo da aeronave GlobalEye Airborne Early Warning &Control (AEW&C) em Linköping, na Suécia.


Poder Aéreo

A GlobalEye decolou no seu primeiro voo às 12h52 horas locais, em 14 de março de 2018, do aeródromo da Saab em Linköping, na Suécia. A aeronave, uma plataforma Bombardier Global 6000 modificada, realizou um voo de teste de 1 hora e 46 minutos coletando extensos dados de teste de voo usando o conjunto de instrumentação de bordo. Estes dados são então utilizados para verificar o desempenho da aeronave e a modelagem associada. O primeiro voo foi precedido por uma série de ensaios em terra, incluindo testes de táxi de alta e baixa velocidade.

Saab GlobalEye

“O primeiro voo é o segundo maior marco para o programa GlobalEye em um espaço de tempo muito curto. Mais uma vez, demonstramos que estamos cumprindo nossos compromissos e que estamos no bom caminho com a produção do sistema de vigilância multimissão mais avançado do mundo”, disse Anders Carp, vice-presidente sênior e chefe da área de negócios de Vigilância da Saab.

“O voo de hoje foi como planejado, com o nível de desempenho combinando com nossas expectativas. O manuseio suave da aeronave foi exatamente como previsto e um verdadeiro prazer para voar”, disse Magnus Fredriksson, piloto de teste experimental da Saab.

O voo inaugural ocorreu três semanas depois que a Saab revelou a aeronave GlobalEye para a mídia pela primeira vez em 23 de fevereiro de 2018. O GlobalEye combina vigilância aérea, marítima e terrestre em uma solução “swing-role”. O GlobalEye possui um conjunto completo de sensores sofisticados, incluindo o poderoso novo radar de alcance ampliado (Erieye ER), integrado com a aeronave Global 6000 de alcance ultra-longo, conhecida por sua versatilidade e características de voo suaves.

O cliente de lançamento do GlobalEye é as Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos, onde é conhecido como o Swing Role Surveillance System (SRSS). A ordem inicial foi colocada em novembro de 2015. O GlobalEye traz o alcance de detecção ampliado, a autonomia e a capacidade de desempenhar múltiplos papéis, incluindo tarefas como busca e resgate, vigilância de fronteiras e operações militares.

Bombardier e Global 6000 são marcas registradas da Bombardier Inc. ou de suas subsidiárias.

A Saab serve o mercado global com produtos, serviços e soluções líderes mundiais na defesa militar e segurança civil. A Saab tem operações e funcionários em todos os continentes de todo o mundo. Através de um pensamento inovador, colaborativo e pragmático, a Saab desenvolve, adota e melhora as novas tecnologias para atender às necessidades de mudança dos clientes.

FONTE: Saab

Postar um comentário

Postagens mais visitadas