Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA ameaçam Turquia com sanções em caso de compra dos sistemas S-400 da Rússia

Em dezembro 2017, Rússia e Turquia assinaram um acordo de empréstimo para o fornecimento de sistemas de mísseis de defesa aérea S-400 russos para a Turquia.
Sputnik

O assessor do secretário de Estado dos EUA, Wess Mitchell, declarou nesta quarta-feira (18), durante uma audiência na Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Representantes dos EUA, que a Turquia pode receber sanções após a compra dos sistemas de defesa russos S-400.


"Ancara confirma que concordou em comprar os sistemas de mísseis russos S-400, o que pode potencialmente levar a sanções no âmbito do artigo 231 da Lei de Contenção de Adversários da América Através de Sanções [CAATSA] e influencia negativamente sobre a participação no programa dos F-35 [caças de 5ª geração]", disse o representante do Departamento de Estado na audiência sobre a política dos EUA no Oriente Médio.

Em dezembro do ano passado, os representantes russos e turcos assinaram um acordo de crédito para fornecimento de sistemas S-400. Segundo …

Príncipe herdeiro saudita adverte sobre provável guerra com Irã

O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammad bin Salman Al Saud, avisou sobre a probabilidade de um conflito militar com o Irã.


Sputnik

Em entrevista ao jornal Wall Street Journal, o príncipe herdeiro apelou para que a comunidade internacional aplique sanções mais severas contra Teerã a fim de evitar um confronto armado na região.


Vista geral de Riad (foto de arquivo)
Riad, capital da Arábia Saudita © Sputnik/ Aleksandr Yuriev

"Nós devemos consegui-lo para evitar um conflito militar. Caso não possamos fazê-lo, daqui a 10 ou 15 anos talvez se inicie uma guerra com o Irã", afirmou o príncipe à edição.

Riad acusa Teerã de fornecimento ilegal de armas aos rebeldes iemenitas, incluindo mísseis.

Desde 2014, o Iêmen tem sido palco de uma guerra entre rebeldes houthis, por um lado, e o exército governamental e tropas irregulares leais ao presidente do país, Abd Rabbuh Mansur Hadi, por outro.

As forças iemenitas são apoiadas pela coalizão liderada pela Arábia Saudita. Em resposta, os rebeldes houthis lançam regularmente ataques de mísseis contra o território saudita.

Postar um comentário