Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Príncipe herdeiro saudita adverte sobre provável guerra com Irã

O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammad bin Salman Al Saud, avisou sobre a probabilidade de um conflito militar com o Irã.


Sputnik

Em entrevista ao jornal Wall Street Journal, o príncipe herdeiro apelou para que a comunidade internacional aplique sanções mais severas contra Teerã a fim de evitar um confronto armado na região.


Vista geral de Riad (foto de arquivo)
Riad, capital da Arábia Saudita © Sputnik/ Aleksandr Yuriev

"Nós devemos consegui-lo para evitar um conflito militar. Caso não possamos fazê-lo, daqui a 10 ou 15 anos talvez se inicie uma guerra com o Irã", afirmou o príncipe à edição.

Riad acusa Teerã de fornecimento ilegal de armas aos rebeldes iemenitas, incluindo mísseis.

Desde 2014, o Iêmen tem sido palco de uma guerra entre rebeldes houthis, por um lado, e o exército governamental e tropas irregulares leais ao presidente do país, Abd Rabbuh Mansur Hadi, por outro.

As forças iemenitas são apoiadas pela coalizão liderada pela Arábia Saudita. Em resposta, os rebeldes houthis lançam regularmente ataques de mísseis contra o território saudita.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas