Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial americano joga culpa para Israel pelo ataque às forças sírias

No domingo (17), a mídia síria relatou ataque ao povoado sírio Al-Harra, província de Deir ez-Zor, na fronteira com o Iraque, supostamente realizado pela coalizão internacional, liderada pelos EUA, tendo como alvo forças governamentais. Porém, um oficial americano culpou Israel pelo ataque.
Sputnik

Anteriormente, uma fonte militar relatou à mídia síria que drones "provavelmente americanos" bombardearam Al-Harra, entre Abu Kamal e Al-Tanf.

Segundo dados das Forças de Mobilização Popular iraquianas, o ataque matou 22 soldados iraquianos. O Observatório Sírio de Direitos Humanos, por sua vez, disse que o número total de vítimas corresponde a 52 pessoas, citado pelo Haaretz.

"Entre [os mortos] estão ao menos 30 militares iraquianos e 16 sírios, incluindo soldados e membros da milícia leal ao governo", afirmou à mídia o chefe do Observatório Sírio, Rami Abdel Rahman.

Comentando a notícia, o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, Adrian Rankine-Galloway, descartou que W…

Protestos em apoio ao Exército Sírio e contra militantes emergem em Ghouta (VIDEO)

Os sírios em partes em Ghouta Oriental têm protestado contra militantes, pedindo-lhes que saiam da área e permitam a entrada do Exército Sírio. As manifestações foram realizadas em áreas recentemente liberadas e partes do leste de Ghouta, que ainda estão sob o controle de militantes islâmicos radicais.


Sputnik

Novas filmagens divulgadas em redes sociais hoje mostraram protestos anti-também militância e pró-governo em Ghouta Oriental.


Pessoas de várias cidades de Ghouta Oriental estão demonstrando em Al-Ghzalaniyah apoio ao movimento de seus pais em outras cidades de Ghouta no controle dos terroristas | Hassan Ridha

Dezenas de civis reuniram-se na cidade de Hamouriyah — que, segundo notícias, ainda está sob o controle de militantes — no início de hoje, acenando bandeiras sírias improvisadas e cantando slogans anti-militantes.

As forças pró-governo, lideradas pela quarta divisão blindada do exército sírio e pela Guarda Republicana, estão avançando para a área depois de repelir com sucesso um contra-ataque militante e, posteriormente, aproveitando fazendas próximas.

Protestos semelhantes também ocorreram há poucas horas na cidade de Kafr Batna, que está sob o controle de militantes.

Além disso, uma manifestação pró-governo em larga escala foi realizada na aldeia recentemente liberada de al-Ghizlaniyah, pedindo aos militantes que se rendissem e permitirem que civis deixassem outras partes do leste de Ghouta.

O Exército Sírio começou a mobilizar tropas, armaduras e artilharia no mês passado, na preparação da operação Escudo de Damasco — e liberaram mais de 50% de Ghouta Oriental em cerca de duas semanas.

Os terroristas também bombardearam áreas controladas pelo governo de Damasco, resultando em centenas de vítimas civis e fechamentos de escolas. Milhares de pessoas fugiram para a região costeira temendo pelas suas vidas.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas