Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

VÍDEO mostra fragata norueguesa afundando, tendo colidido após manobras da OTAN

A mídia divulgou novos vídeo e fotos da fragata norueguesa KMN Helge Ingstad, que colidiu com o navio petroleiro Sola TS junto à costa norueguesa em circunstâncias desconhecidas ao regressar das manobras da OTAN.
Sputnik

A fragata ficou com um grande rombo a estibordo atravessando a linha de água, sete marinheiros ficaram feridos. A tripulação abandonou o navio acidentado, que depois foi rebocado para águas menos profundas para evitar seu afundamento total.


Uns dias após o acidente (8), a fragata continua parcialmente acima da superfície da água, mas está completamente assente no fundo. Mais de 10 toneladas de combustível para helicópteros vazou para o mar.

Até o momento, não há nenhumas informações sobre o estado do armamento a bordo, incluindo mísseis de cruzeiro e antiaéreos, torpedos e artilharia.

O petroleiro Sola TS, por sua parte, não sofreu nenhum dano durante a colisão.

As razões do incidente estão sendo investigadas. Entre as possíveis causas estão a navegação da fragata em reg…

Quatro mortos são encontrados no maior lar de veteranos de guerra dos EUA

Vítimas são três mulheres - funcionárias do complexo - e o atirador armado que fez reféns no prédio


Por G1


A polícia encontrou quatro mortos no lar de veteranos de guerra de Yountville, na Califórnia (EUA), na noite desta sexta-feira (9). As vítimas são três mulheres, funcionárias do lar de veteranos, e o próprio atirador, informou a polícia local.

A Veterans Home of California, em Yountville, na Califórnia, em foto de 11 de abril de 2011 (Foto: Eric Risberg / AP Photo)
A Veterans Home of California, em Yountville, na Califórnia, em foto de 11 de abril de 2011 (Foto: Eric Risberg / AP Photo)

O homem foi identificado como Albert Wong, de 36 anos, um ex-militar dos Estados Unidos que passava por um tratamento de estresse pós-traumático após passagens pelo Iraque e pelo Afeganistão.

De acordo com o "The New York Times", as mulheres eram Christine Loeber, diretora executiva do local; e Jen Golick e Jennifer Gonzales, ambas psicólogas.

A imprensa local, com base em fontes não reveladas, afirma que o criminoso atirou nas três mulheres antes de cometer suicídio com a própria arma.

A polícia, no entanto, não divulgou as circunstâncias da morte. No Twitter, o presidente dos Estados Unidos Donald Trump se solidarizou com as vítimas.

"Estamos muito entristecidos pela situação trágica em Yountville e em luto pela perda de três mulheres incríveis que cuidavam dos nossos veteranos", disse.

Mortes ocorreram após sequestro

Antes das mortes, o homem fez reféns, trocou tiros com a polícia e chegou a negociar com agentes. O drama durou oito horas.

Depois de o invasor cortar contato, no entanto, a polícia decidiu entrar no local. Os corpos foram encontrados por volta das 23h no Brasil.

Uma funcionária do setor, Devereaux Smith, conseguiu sair da sala depois que o homem chegou. Ela disse que o invasor portava o que parecia ser um rifle.

O marido dela, Larry Kramer, falou à CNN que os funcionários estavam participando de uma pequena confraternização de despedida de um colega que estava deixando o trabalho nesta sexta, quando o homem entrou armado no local.

Maior lar de veteranos nos Estados Unidos

A Veterans Home of California é a maior instalação do tipo nos EUA e tem uma população de mais de mil residentes, veteranos de diversas guerras das quais o país participou.

O local oferece residência e também acompanhamento médico e de enfermagem a ex-combatentes idosos ou afastados por invalidez e também um serviço de aconselhamento privado que atende ex-combatentes vítimas de estresse pós-traumático.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas