Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Queremos que a Venezuela volte à democracia', diz Bolsonaro a TV dos EUA

Em entrevista à Fox News, o presidente também defendeu o muro para separar EUA do México. Nesta terça, ele vai se encontrar com Donald Trump.
Por G1

O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista à TV norte-americana na madrugada desta terça-feira (19) que a Venezuela estará no centro das discussões durante o encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca, nesta tarde.

Ao canal Fox News, Bolsonaro reafirmou que o presidente norte-americano mantém "todas as opções na mesa"em relação à Venezuela. "Nós não podemos falar em todas as possibilidades, mas o que for possível de forma diplomática", disse Bolsonaro, segundo tradutor da emissora.

A entrevista foi ao ar com tradução simultânea, e em alguns trechos não foi possível ouvir o que o presidente respondeu. Bolsonaro disse que o Brasil é o país mais interessado em pôr fim ao governo de Nicolás Maduro.

O presidente afirmou que o governo brasileiro está alinhado ao de Trump. "Hoje temos nova ideologia,…

Reino Unido e Arábia Saudita falam em conter o Irã juntos

O Reino Unido e a Arábia Saudita concordaram nesta quarta-feira (7) em realizar esforços conjuntos para combater "atividades desestabilizadoras" do Irã na região do Oriente Médio, segundo afirmou um porta-voz da Downing Street em um comunicado.


Sputnik

No começo do dia, o príncipe herdeiro saudita Mohammad bin Salman iniciou sua primeira visita ao Reino Unido. Durante a visita, o príncipe saudita realizou uma reunião com a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May.


Premiê britânica, Theresa May, fala em frente do número 10 de Downing Street, ou seja, sua residência oficial, em 18 de abril de 2017
 Primeira-ministra britânica Theresa May © AFP 2018/ Daniel LEAL-OLIVAS

"Eles também discutiram o Irã, concordando com a importância de trabalhar em conjunto para combater a atividade regional desestabilizadora do Irã e o Iraque, incluindo a importância de apoiar os esforços de reconstrução", afirmou o comunicado, conforme citado pelo serviço de imprensa do governo do Reino Unido, após a reunião.

As relações entre os Estados de Teerã e do Golfo, incluindo a Arábia Saudita, deterioraram-se significativamente após a Revolução Iraniana de 1979, quando o aiatolá Ruhollah Khomeini pediu a derrubada de monarcas pró-EUA no Golfo. Desde então, Teerã e Riade competem pela influência na região.

As relações bilaterais também foram ofuscadas por vários incidentes, incluindo a execução do clérigo xiita proeminente Sheikh Nimr al-Nimr pelas autoridades sauditas, em janeiro de 2016, e assalto às missões diplomáticas sauditas no Irã.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas