Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Poloneses pedem a Trump ajuda para conseguir indenização da Rússia e Alemanha pela 2ª Guerra

Um auto-proclamado "partido bíblico antiglobalista" pró-EUA e pró-Israel da Polônia, que se autodenomina "Movimento 11 de novembro", criou uma petição no site We the People da Casa Branca pedindo ao presidente Donald Trump ajude a obter "compensação adequada" da Rússia e da Alemanha por danos causados ​​na Segunda Guerra Mundial.
Sputnik

"Os poloneses livres estão apelando para os EUA, o vencedor na Segunda Guerra Mundial e o fiador dos acordos do pós-guerra, para obter ajuda na recuperação das reparações de guerra da Alemanha e da Rússia", diz a petição.


Além de alcançar a "justiça histórica", uma campanha de reparações bem-sucedida desempenharia "um papel fundamental na Polônia, tornando-se um forte aliado dos Estados Unidos diante da ameaça que surge na Europa e na Ásia — um novo Império do Mal".

Falando ao The New American, uma pequena revista de propriedade da John Birch Society, o co-autor e vice-presidente do Movimento 11…

Turquia e Exército Livre da Síria teriam capturado cidade de Rajo, perto de Afrin

No decorrer da operação militar Ramo de Oliveira em Afrin, as Forças Armadas da Turquia e a oposição síria tomaram controle da cidade de Rajo, comunica neste sábado (3) uma agência turca citando fontes militares.


Sputnik

Frisa-se que na cidade ainda continuam confrontações localizadas. Deste modo, o número de povoados na província de Afrin que passaram para controle do exército turco atingiu 94, detalha a Anadolu. Ademais, foi tomado o controle de 21 colinas de valor estratégico.


Exército turco em Afrin
Tropas turcas em Afrin, Síria © REUTERS/ Khalil Ashawi

Mais cedo hoje, o Estado-Maior da Turquia informou que no decorrer da operação Ramo de Oliveira as Forças Armadas do país neutralizaram 2.434 membros do partido curdo PYD, (Partido de União Democrática, considerado por Ancara como uma organização terrorista), das milícias curdas YPG (Unidades de Proteção Popular), bem como do Daesh, agrupamento terrorista proibido na Rússia e em vários outros países.

Ademais, foi comunicado que desde o início da campanha em Afrin teriam morrido 41 militares turcos.

A operação Ramo de Oliveira contra os agrupamentos curdos em Afrin teve oficialmente início em 20 de janeiro de 2018. Além do exército turco, ela conta com a participação da oposição síria como, por exemplo, o Exército Livre da Síria.

Damasco condenou firmemente as ações turcas em Afrin, frisando que este território é uma parte integrante do Estado da Síria. Moscou, por sua vez, apelou todas as partes à moderação e respeito pela integridade territorial da Síria.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas