Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA criticam bombardeiros russos na Venezuela: "Nós mandamos navio-hospital"

O coronel Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criticou com veemência nesta segunda-feira o envio de bombardeiros russos à Venezuela e citou o envio de navio-hospital à região como exemplo do compromisso de Washington com a região.
EFE

Washington - "O enfoque dos EUA sobre a região difere do enfoque da Rússia. No meio da tragédia, a Rússia envia bombardeiros à Venezuela e nós mandamos um navio-hospital", declarou Manning durante uma entrevista coletiva realizada hoje no Pentágono.


O militar se referia com estas palavras ao USNS Comfort, que partiu em meados de outubro rumo à América Central e à América do Sul para oferecer ajuda sanitária aos milhares de refugiados venezuelanos amparados por diversos países da região.

"Enquanto nós oferecemos ajuda humanitária, a Rússia envia bombardeiros", lamentou Manning em referência ao envio uma esquadrilha de aviões russos, incluindo dois bombardeiros estratégicos T-160, capazes de carregar bomb…

10 manifestantes palestinos feridos em ataques sionistas

Pelo menos 10 palestinos foram baleados e feridos pelo regime sionista de Israel no 10º dia de protestos na Faixa de Gaza, anunciou o Ministério da Saúde da Palestina.


Pars Today

Segundo a mídia palestina, 4 manifestantes ficaram feridos em Jabalia, norte de Gaza, e outros 6 ficaram feridos no leste de Gaza.


10 manifestantes palestinos feridos em ataques sionistas
Faixa de Gaza, Palestina | Reprodução

Cerca de 30 palestinos foram mortos até agora e mais de mil pessoas ficaram feridas desde o início de março dos protestos de retorno na Faixa de Gaza.

Enquanto isso, caças israelenses atacaram as bases das Forças de Resistência em Gaza.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã denunciou anteriormente o assassinato de muitos palestinos pelas forças militares do regime sionista racista.

Enquanto isso, a Alta Representante da União Européia para Assuntos Exteriores e Política de Segurança, Federica Mogherini, em um comunicado, pediu o fim do cerco à Faixa de Gaza.

O porta-voz da UE, Maja Kocijančič, também pediu em comunicado que investigue os crimes cometidos pelo regime sionista de Israel na Faixa de Gaza.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas