Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Acham em Síria substâncias químicas de Alemanha e Reino Unido

Um servidor público sírio ante a OPAQ denunciou que tropas deste país acharam na cidade de Duma armazéns de produtos químicos fabricados em Alemanha e Reino Unido que pertenciam a grupos terroristas, difundiram hoje médios de imprensa.



PRENSA LATINA

O representante permanente de Síria ante a Organização para a Proibição das Armas Químicas (OPAQ), Hasan Obeid, assegurou que as substâncias químicas descobertas pelo Exército provêm de Berlim e Londres, em particular do laboratório Porton Down, de Salisbury.


Laboratório químico terrorista encontrado em Ghouta | Reprodução

Meios de imprensa difundiram aqui que o representante diplomático desta nação árabe expressou que a missão de indagação da OPAQ poderia visitar os mencionados depósitos químicos em Duma, região de Ghouta Oriental, ao este de Damasco.

Em reiteradas ocasiões, o governo sírio mostrou evidências ante instâncias internacionais que demonstraram que os grupos terroristas arraigados anteriormente em Duma e outras zonas de Ghouta Oriental possuíam nesses lugares laboratórios com substâncias tóxicas.

Também denunciou que o agrupamento Jeish a o-Islã junto aos chamados Capacetes Brancos, suposta organização humanitária patrocinada por Reino Unido, realizaram uma montagem de um suposto ataque químico em Duma, que supostamente ocorreu o passado 7 deste mês.

Sem esperar os resultados de uma investigação em Duma de uma equipe da OPAQ, no passado dia 14 Estados Unidos, Reino Unido e França realizaram um ataque militar contra objetivos sírios nas afueras de Damasco e a central província de Homs.

Tal ação militar tripartite desses países ocidentais, catalogada como agressão pelo governo russo, foi condenada por diversos países, entre eles a própria Rússia, Irão, Iraq e Cuba.

Em 2014 as autoridades de Damasco entregaram seu arsenal químico completo à Organização para a Proibição das Armas Químicas, o qual foi destruído por esse organismo internacional em presença de representantes de Estados Unidos e Rússia.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas