Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Quem vai receber 'resposta esmagadora' do Irã pelo atentado em Ahvaz?

No sábado (22), militantes armados abriram fogo contra uma parada militar na cidade de Ahvaz, matando 29 pessoas e ferindo outras 60. O Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, que perdeu 12 de seus militares no atentado, prometeu que o Irã daria uma "resposta esmagadora" aos envolvidos no ataque. Mas de quem Teerã irá se vingar?
Sputnik

A responsabilidade pelo atentado foi assumida pelo Movimento Democrático Patriótico Árabe de Ahvaz (Al-Ahvazia), ligado à Arábia Saudita.

O líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, comentando a tragédia, afirmou que os atacantes receberam dinheiro da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes Unidos e que tinham sido apoiados pelos EUA.

Ex-chefe do Conselho de Cultura da administração presidencial iraniana, doutor Abbas Amirifar, acredita que por trás do ataque em Ahvaz estão países do Ocidente que "têm uma atitude hostil perante o Irã".

"Vale destacar que os terroristas que disseram estar envolvidos no atentado instalaram-se no Oc…

Arábia Saudita planeja transformar Qatar em uma ilha

Um grupo de investimento da Arábia Saudita planeja abrir um canal na fronteira com o Qatar, transformando assim o emirado em uma ilha, informou o jornal saudita Sabq.


Sputnik

Segundo o jornal, um grupo de investidores, composto por nove empresas, pretende criar um balneário ao longo do canal escavado ao largo de toda a fronteira com Qatar. O plano do projeto contempla concluir as obras em 12 meses, e aguarda a aprovação das autoridades.


Vista de Doha - capital do Qatar
Doha, capital do Qatar © AP Photo/ Hassan Ammar

O jornal informa que o canal terá 200 metros de largura, profundidade entre 15 e 20 metros, e a extensão de 60 quilômetros. Desse modo, o canal poderá receber todos os tipos de embarcação e conectar as regiões sauditas localizadas nos dois extremos da fronteira por hora terrestre com o país vizinho.

O valor total do projeto será de, aproximadamente, 750 milhões de dólares norte-americanos. As novas margens do reino serão transformadas em praias e devem receber pelo menos cinco grandes hotéis. Além disso, novos portos devem ser construídos e uma zona econômica livre deve ser implementada.

A edição destaca que o canal será de propriedade exclusiva da Arábia Saudita, pois será escavado no território do país, com uma distância de um quilômetro até a fronteira oficial com o Qatar. A margem do canal mais próxima da fronteira será transformada em uma zona militar, para aprimorar as defesas de Riad.

Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos e Bahrein romperam as relações diplomáticas com Qatar em junho do ano passado, acusando o país de apoiar o terrorismo.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas