Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Arábia Saudita planeja transformar Qatar em uma ilha

Um grupo de investimento da Arábia Saudita planeja abrir um canal na fronteira com o Qatar, transformando assim o emirado em uma ilha, informou o jornal saudita Sabq.


Sputnik

Segundo o jornal, um grupo de investidores, composto por nove empresas, pretende criar um balneário ao longo do canal escavado ao largo de toda a fronteira com Qatar. O plano do projeto contempla concluir as obras em 12 meses, e aguarda a aprovação das autoridades.


Vista de Doha - capital do Qatar
Doha, capital do Qatar © AP Photo/ Hassan Ammar

O jornal informa que o canal terá 200 metros de largura, profundidade entre 15 e 20 metros, e a extensão de 60 quilômetros. Desse modo, o canal poderá receber todos os tipos de embarcação e conectar as regiões sauditas localizadas nos dois extremos da fronteira por hora terrestre com o país vizinho.

O valor total do projeto será de, aproximadamente, 750 milhões de dólares norte-americanos. As novas margens do reino serão transformadas em praias e devem receber pelo menos cinco grandes hotéis. Além disso, novos portos devem ser construídos e uma zona econômica livre deve ser implementada.

A edição destaca que o canal será de propriedade exclusiva da Arábia Saudita, pois será escavado no território do país, com uma distância de um quilômetro até a fronteira oficial com o Qatar. A margem do canal mais próxima da fronteira será transformada em uma zona militar, para aprimorar as defesas de Riad.

Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos e Bahrein romperam as relações diplomáticas com Qatar em junho do ano passado, acusando o país de apoiar o terrorismo.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas