Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Arábia Saudita planeja transformar Qatar em uma ilha

Um grupo de investimento da Arábia Saudita planeja abrir um canal na fronteira com o Qatar, transformando assim o emirado em uma ilha, informou o jornal saudita Sabq.


Sputnik

Segundo o jornal, um grupo de investidores, composto por nove empresas, pretende criar um balneário ao longo do canal escavado ao largo de toda a fronteira com Qatar. O plano do projeto contempla concluir as obras em 12 meses, e aguarda a aprovação das autoridades.


Vista de Doha - capital do Qatar
Doha, capital do Qatar © AP Photo/ Hassan Ammar

O jornal informa que o canal terá 200 metros de largura, profundidade entre 15 e 20 metros, e a extensão de 60 quilômetros. Desse modo, o canal poderá receber todos os tipos de embarcação e conectar as regiões sauditas localizadas nos dois extremos da fronteira por hora terrestre com o país vizinho.

O valor total do projeto será de, aproximadamente, 750 milhões de dólares norte-americanos. As novas margens do reino serão transformadas em praias e devem receber pelo menos cinco grandes hotéis. Além disso, novos portos devem ser construídos e uma zona econômica livre deve ser implementada.

A edição destaca que o canal será de propriedade exclusiva da Arábia Saudita, pois será escavado no território do país, com uma distância de um quilômetro até a fronteira oficial com o Qatar. A margem do canal mais próxima da fronteira será transformada em uma zona militar, para aprimorar as defesas de Riad.

Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos e Bahrein romperam as relações diplomáticas com Qatar em junho do ano passado, acusando o país de apoiar o terrorismo.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas