Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Chefe da ONU diz que é essencial evitar escalada de tensões no Irã

O chefe da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, alertou neste domingo que é essencial evitar “qualquer forma de escalada” das tensões no Golfo, em meio a temores de um conflito após a derrubada de um drone norte-americano pelo Irã na semana passada.
Por Catarina Demony | Reuters

LISBOA (Reuters) - “O mundo não pode permitir um grande confronto no Golfo”, disse Guterres, nos bastidores da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, em Lisboa . “Todos devem manter nervos de aço.”

Na quinta-feira, um míssil iraniano destruiu um drone de vigilância dos EUA, em um incidente que o governo norte-americano disse que aconteceu no espaço aéreo internacional.

Trump disse mais tarde que ordenou o cancelamento de um ataque militar em retaliação pela ação que poderia ter resultado em 150 mortes.

Teerã repetiu no sábado que o drone foi abatido sobre seu território e disse que responderia com firmeza a qualquer ameaça dos EUA.

Os comentários de Guterres vêm um dia depois…

Ataque de milícias mata soldado de paz e faz 11 feridos na República Centro-Africana

Um soldado de paz morreu e outros 11 ficaram feridos nesta terça-feira durante uma troca de tiros com milícias Anti-balaka, de maioria cristã, na República Centro-Africana.


Eleutério Guevane | ONU

Em nota, as Nações Unidas anunciaram que a confrontação decorreu em Tagbara numa base temporária da Missão da ONU no país, Minusca. O local fica 60 km a nordeste de Bambari, a segunda maior cidade centro-africana.


Integrante da Minusca na República Centro-Africana. Foto: ONU/Catianne Tijerina
Integrante da Minusca na República Centro-Africana. Foto: ONU/Catianne Tijerina

Recuperação

As Nações Unidas informaram que a ação das tropas de paz seguiu-se a várias horas de tiros das milícias. O secretário-geral, António Guterres, enviou uma nota de condolências à família do militar falecido e desejou pronta recuperação aos feridos.

Em nota separada, a Minusca anuncia a descoberta de corpos de 21 civis, que incluem quatro mulheres e o mesmo número de crianças em Tagbara.

Base

Antes, a operação de paz recebeu informações de que o grupo Unidade pela Republica Centro-Africana teria raptado 23 pessoas.

Todo o grupo foi libertado pacificamente pela Minusca e segundo as Nações Unidas, passou a noite na base temporária por razões de segurança. A operação de paz condenou os atos com veemência.

No sábado, uma operação conjunta das forças de paz da ONU e as Forças Armadas centro-africanas libertou 15 pessoas que foram feitas reféns pelo Exército de Resistência do Senhor. O grupo de civis foi raptado próximo da cidade de Obo.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas