Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Avança ofensiva antiterrorista do Exército sírio no sul de Damasco

O exército sírio avançou hoje em sua ofensiva contra os terroristas do grupo Estado Islâmico ao destruir túneis e trincheiras erguidas na localidade de Hayyar Asswad e no Acampamento de Refugiados Palestinos de Yarmouk.


Prensa Latina


Damasco - Segundo fontes militares, com os ataques aos refúgios dos radicais do Estado Islâmico e da Frente al-Nusra, as tropas governamentais limitaram os movimentos dos takfiristas entre Qadam e Hayyar Asswad, no sul de Damasco.

Reprodução

De acordo com os informes, nas últimas horas o Exército tomou o controle das instalações de Joura, na parte oriental do bairro Qadam, e avançou nos distritos de Yalda e Bebila, vizinhos de Yarmouk.

Desde a última quinta-feira, a aviação síria e tropas terrestres realizam fortes bombardeios contra os grupos extremistas, com a determinação de libertar as áreas que esses grupos ocupam atualmente.

Até o momento, um elevado número de jihadistas, entre eles cinco cabeças emires, foram abatidos pelas tropas governamentais em aliança com brigadas palestinas no enclave de Yarmouk, onde ao iniciar a guerra em 2011 viviam cerca de 60 mil refugiados palestinos.

Com novos reforços, tanques de guerra e blindados, as forças de elite da Guarda Republicana e as Forças de Defesa Nacional encurralam cada dia mais os radicais do Estado Islâmico e da Frente al-Nusra.

O exército sírio tenta capturar Hayyar Asswad e o Acampamento de Refugiados Palestinos de Yarmouk, e áreas vizinhas, depois de recentemente libertar de agrupamentos terroristas a extensa região de Ghouta Oriental, ao leste de Damasco.

Uma vez concluída a campanha no sul de Damasco, as tropas governamentais se dirigirão ao norte da central província de Homs, localizada a 210 quilômetros ao norte de Damasco, segundo anunciou o ministro sírio de Reconciliação Nacional, Ali Haidar.

Ante a iminente ofensiva antiterrorista, nos últimos dias aviões e helicópteros do Exército lançaram folhetos sobre regiões nortenhas de Homs, através dos quais pedem à população civil que abandone as zonas sob controle dos extremistas.

Comentários

Postagens mais visitadas