Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

China diz que ataque na Síria viola lei internacional e pede diálogo

O Ministério das Relações Exteriores da China disse neste sábado que acredita que um acordo político é a única maneira de resolver a questão síria e pediu uma investigação completa, justa e objetiva sobre os supostos ataques com armas químicas na Síria.


Brenda Goh | Reuters

XANGAI - Hua Chunying, porta-voz do ministério, fez os comentários em uma entrevista coletiva, de acordo com uma transcrição publicada no site do ministério. Forças norte-americanas, britânicas e francesas atacaram a Síria com mais de 100 mísseis no sábado, nos primeiros ataques ocidentais coordenados contra o governo de Damasco.


Resultado de imagem para Hua Chunying
Hua Chunying, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China | Reprodução

Hua disse que a China sempre se opôs ao uso da força nas relações internacionais e que qualquer ação militar que contorne o Conselho de Segurança da ONU viola os princípios e normas básicas do direito internacional.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas