Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Comando Estratégico dos EUA: Rússia e China estão testando mísseis hipersônicos

Rússia e China estão usando mísseis hipersônicos, disse o general comandante do Comando Estratégico dos EUA, John Hyten, aos repórteres nesta terça-feira.


Sputnik

"Observamos a Rússia e a China operando mísseis hipersônicos", disse Hyten, acrescentando a realização desses testes é uma novidade para os norte-americanos.


Rússia celebra o Dia da Força Estratégica de Mísseis
Lançamento de míssil russo © Sputnik

Os Estados Unidos, sem dúvida, terão que implantar sistemas defensivos no espaço para neutralizar os sistemas ofensivos implantados por seus adversários, disse o comandante geral do Comando Estratégico dos EUA.

"Não tenho dúvidas de que teremos de implantar sistemas defensivos no espaço, porque nossos adversários estão construindo sistemas ofensivos e vamos ter que nos defender", disse Hyten.

Além disso, Hyten acrescentou que os EUA "terão de tomar uma decisão sobre o que fazer para desafiar as capacidades espaciais de terceiros".

O comandante afirmou que Washington e Moscou precisam ampliar o diálogo, inclusive em nível estratégico, e entre as suas Forças Armadas.

"Eu sempre defendo a ampliação do diálogo com os nossos potenciais adversários. Gostaria de contar com um diálogo mais estratégico com a Rússia e a China", disse o militar.

O general acrescentou que continua "incentivando o Departamento de Estado [dos EUA] a dialogar", ao mesmo tempo em que defende que "a administração e as Forças Armadas mantenham conversações entre as suas lideranças, inclusive comigo", concluiu.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas