Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Daesh tenta ofensiva na Síria após bombardeio de base aérea

O grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países) tentou lançar uma ofensiva em várias áreas da província síria de Homs após o bombardeiro da base aérea T-4, comunicou nesta segunda-feira (9) o canal libanês Al Mayadeen.


Sputnik

"Logo após o ataque contra a base Tiyas [T-4] foram registradas tentativas do Daesh de avançar em direção de duas áreas localizadas no deserto", comunicou o correspondente do canal, citando suas fontes.


Terroristas do Daesh na Síria (foto de arquivo)
Terroristas do Daesh na Síria © AP Photo/ Militant website

No momento, não há informações sobre perdas entre os militares.

Anteriormente, a mídia síria comunicou que a base aérea T-4, localizada na província síria de Homs, foi alvo de um ataque de mísseis, apontando suspeitas de envolvimento dos EUA. Por sua vez, o canal Al Mayadeen comunicou que o bombardeiro foi levado a cabo por aviões que entraram ao espaço aéreo sírio a partir do território libanês.

O ataque de mísseis resultou em vários mortos e feridos.Posteriormente, a Casa Branca frisou que, no momento, os EUA não estão realizando operações militares contra a Síria.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas