Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Defesa russa: estão criadas todas as condições para restauração do Estado sírio

Todas as condições já foram criadas para a restauração da Síria como Estado unificado e integral, afirmou nesta terça-feira o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu.


Sputnik

"Atualmente, todas as condições foram criadas para o renascimento da Síria como um estado unificado e integral. Mas, para atingir esse objetivo, é necessário que não apenas a Rússia faça esforços, mas também outros membros da comunidade mundial", disse Shoigu durante reunião dos ministros da Defesa da Organização para Cooperação de Xangai (OCX). "Contamos com o apoio dos membros da OCX", acrescentou.


Ministro da Defesa russo Sergei Shoigu
Ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu © Sputnik / Grigory Sysoev

De acordo com o ministro russo, após a derrota do grupo terrorista Daesh na Síria e no Iraque, seus militantes decidiram migrar para outras regiões, como Ásia Central e Sudeste Asiático.

"Novas células terroristas estão sendo criadas lá", afirmou Shoigu. "A situação é complicada pelo fato de os terroristas usarem meios modernos de destruição, incluindo veículos aéreos não tripulados, capazes de operar a uma distância de 100 quilômetros. Sua criação é impossível sem a assistência técnica de países desenvolvidos".

Postar um comentário