Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

Diplomacia saudita: Qatar deve enviar tropas à Síria para manter proteção dos EUA

O chanceler da Arábia Saudita, Adil al-Jubair, declarou nesta terça-feira que o Qatar deveria enviar suas tropas para a Síria se não quiser perder o apoio militar norte-americano.


Sputnik

"O Qatar tem que pagar pela presença das tropas dos EUA na Síria e deve enviar tropas para a Síria antes do presidente dos EUA se recusar a fornecer proteção dos EUA ao Qatar", disse o ministro. 


Forças Armadas da Arábia Saudita e unidades das Forças Especiais do Exército do Paquistão participam dos exercícios militares conjuntos Al-Samsam 5, no sudoeste da Arábia Saudita
Tropas da Arábia Saudita e do Paquistão em exercício militar © AP Photo / SPA

Ele observou que, se os EUA deixarem de garantir a segurança do Qatar, o regime neste país será derrubado em menos de uma semana.

Anteriormente, foi divulgada na mídia que Washington já contatou a Arábia saudita, Qatar e Emirados Árabes Unidos pedindo que prestem financiamento para recuperar o norte da Síria e enviem seus militares à região.

Segundo os relatos, a iniciativa tem por objetivo evitar um "vazio na área de segurança" na Síria que possa estimular os terroristas do Daesh a voltarem à região.

As relações entre o Qatar e vários países da região se agravaram significativamente em junho de 2017, quando a Arábia Saudita, o Bahrein, o Egito e vários outros países romperam as relações diplomáticas com o Qatar, acusando-o de patrocinar o terrorismo e de minar a estabilidade regional.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas