Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Donetsk acusa Kiev de violar trégua mais de 20 vezes em um dia

Representantes da autoproclamada República Popular de Donetsk comunicaram ao Centro Conjunto para Controle e Coordenação da trégua em Donbass que as forças ucranianas violaram o regime de cessar-fogo estabelecido na região mais de 20 vezes no último dia.


Sputnik

A atual trégua que vigora no leste da Ucrânia teve início no dia 30 de março, tendo como razão principal as comemorações da Páscoa ortodoxa. No entanto, ambas as partes em conflito seguem acusando a outra de violar o regime. 


Donetsk, foto de arquivo
Donetsk © Sputnik / Yevgeny Biyatov

"Durante as últimas 24 horas, o número total de infrações por parte das Forças Armadas da Ucrânia foi de 22 violações", afirmaram as autoridades de Donetsk, acusando as tropas de Kiev de terem lançado 80 tiros de morteiro de 120 e 82 milímetros, usado granados, veículos blindados e outros tipos de artilharia.

Desde abril de 2014, a Ucrânia é palco de um intenso conflito entre o Exército e rebeldes independentistas da região de Donbass, que não reconheceram a legitimidade do governo instalado no país após o golpe de Estado que provocou a queda do presidente eleito Viktor Yanukovich.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas