Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Su-57 russo supera caças de 5ª geração F-22 e F-35 dos EUA, diz piloto militar

O uso de caças F-22 pela Força Aérea dos EUA na Síria privou este modelo de suas vantagens sobre aeronaves russas, segundo a mídia norte-americana. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, um piloto militar russo comentou a situação.
Sputnik

A utilização de caças norte-americanos F-22 na Síria privou os EUA das vantagens destes caças em relação aos caças russos, escreveu o jornal Military Watch. Segundo Veralinn Jamieson, tenente-general da Força Aérea dos EUA, os céus do Iraque e da Síria se tornaram "armazém de informações" para russos sobre atuação de caças estadunidenses durante operações.

Segundo o autor do artigo, os russos tiveram bastante tempo para analisar e testar a tecnologia de furtividade dos F-22, além de terem coletado dados sobre o uso da aeronave e encontrado meios de combatê-la. Além disso, a Rússia poderá usar essas tecnologias na fabricação de suas aeronaves.

O artigo enfatiza que os radares dos sistemas de mísseis antiaéreos S-300 e S-400 da Rússia …

Donetsk responsabiliza OTAN por ataque contra sua cidade

Comando Operacional da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) acusou os militares da OTAN de terem disparado contra a cidade de Yasinovataya, controlada pela república.


Sputnik


O subcomandante da República Popular de Donetsk, Eduard Basurin, contou aos jornalistas que na manhã desta quarta-feira a cidade foi atacada por morteiros de 120 mm e 82 mm.


Casa destruída por um ataque contra a cidade de Yasinovataya, no leste da Ucrânia
Destruição na cidade de Yasinovataya © Sputnik / Sergei Averin

"Segundo nossos dados, os disparos foram coordenados pelos artilheiros da OTAN que acabaram de chegar [à Ucrânia] para realizar exercícios de campo e treinar forças ucranianas usando radares de contrabateria AN/TPQ, produzidos e fornecidos pelos EUA à Ucrânia", afirmou Basurin.

O subcomandante frisou que os complexos de artilharia já foram instalados a uns quilômetros a norte de Donetsk.

"Os complexos estão instalados nos telhados de alguns edifícios na cidade de Avdeevka [a 6 quilômetros de Donetsk]", comentou Basurin.

O representante da república ressaltou que a RPD cumpre os acordos de Minsk, usando apenas armas permitidas para repelir ataques das forças ucranianas.

Postar um comentário