Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

É criado colete flutuante à prova de balas para unidades especiais russas

A empresa Armokom desenvolveu um colete flutuante à prova de balas resistente a disparos de fuzis de assalto, informa o canal militar russo Zvezda.


Sputnik

O diretor do projeto, Roman Samokhvalov, assegurou que a peça assegura que o soldado se mantém flutuando mesmo com suas armas e outros equipamentos.


Exercícios da Guarda Nacional da Rússia em Murmansk
Tropa da Guarda Nacional da Rússia © Sputnik / Pavel Lvov

O colete é composto por "um tecido balístico reforçado com elementos de blindagem de polietileno com um alto peso molecular" e consegue cumprir objetivo por dispor de duas câmaras infláveis. A estrutura do colete consiste parcialmente em materiais que recompensam em água a massa do próprio colete, detalhou Samokhvalov.

"A peça está na etapa de testes pelas instituições", concluiu o diretor do projeto.

A Armokom está disposta a oferecer o seu produto à Guarda Nacional e à Infantaria da Marinha da Rússia.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas