Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Coreia do Sul e EUA retomarão busca de militares desaparecidos

Comandos militares da República Popular Democrática da Coreia (RPDC) e dos EUA acordaram hoje a retomada da busca dos soldados considerados desaparecidos nesta região durante o período de guerra 1950-1953.
Por Benito Joaquín | Prensa Latina
Panmunjom, RPDC - O ato ficou pactuado durante os diálogos com os quais se retomaram os encontros de alto nível entre chefes militares de Pyongyang e Washington, suspensos há anos, soube a Prensa Latina.
Durante o primeiro triênio da segunda metade do século passado morreram mais de 33 mil soldados e oficiais estadunidenses, segundo cifras oficiais.

Os restos mortais de cerca de 16 por cento desse total de militares mortos não foram encontrados nas buscas realizadas na RPDC entre 1996 e 2005 ou anteriormente.

Os especialistas forenses só detectaram nos antigos palcos de guerra ao norte daqui, os restos de aproximadamente 220 militares norte-americanos.

Em Washington, o secretário de Estado, Mike Pompeo, assegurou que 16 por cento dos corpos dos que morre…

Estado-Maior russo: grupo aeronaval dos EUA chegará ao golfo Pérsico no início de maio

O grupo aeronaval dos Estados Unidos liderado pelo porta-aviões USS Harry Truman deve chegar ao golfo Pérsico no início de maio, relatou o vice-chefe do Departamento Central de Operações do Estado-Maior russo, tenente-general Viktor Poznikhir.


Sputnik

Segundo o general russo, esta é uma prática habitual da Marinha norte-americana para manter sua presença na região.


Aviões F/A-18 a bordo do USS Harry Truman em 27 de julho de 2010, no mar Árabe
F-18 Super Hornet a bordo do USS Harry S. Truman © AFP 2018/ PHIL WEYMOUTH

"O grupo aeronaval dos EUA liderado pelo porta-aviões Harry S. Truman com seus navios de escolta começou a se dirigir ao golfo Pérsico e atingirá seu destino por volta do início de maio. Esta é uma prática habitual da Marinha norte-americana para manter sua presença na região", disse Poznikhir.

O Estado-Maior da Rússia "está monitorando atentamente a situação em torno da Síria" e vai informar a mídia sobre suas mudanças, acrescentou Poznikhir.

Ontem (10), a mídia norte-americana informou que um grupo aeronaval de ataque dos EUA, liderado pelo USS Harry S. Truman, está se dirigindo para o mar Mediterrâneotransportando um total de 6,5 mil militares.

Neste sentido, analistas advertiram que este grupo naval pode ser utilizado em um ataque contra a Síria.

A partida do grupo aeronaval de ataque acontece depois de uma série de declarações do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre eventuais medidas de retaliação ao suposto ataque químico na cidade síria de Douma, pelo qual os Estados Unidos e outros países ocidentais culparam o governo sírio.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia declarou que as falsas denúncias de ataques químicos visam proteger os terroristas e justificar uma intervenção militar estrangeira na Síria.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas