Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

EUA lançam míssil balístico intercontinental Minuteman III no Pacífico (VÍDEO)

A Força Aérea dos EUA efetuou testes do míssil balístico intercontinental Minuteman III, declarou a assessoria de imprensa da Força Aérea.


Sputnik

São os primeiros testes teste tipo neste ano, os anteriores decorreram em agosto de 2017. Inicialmente, os testes estavam previstos para fevereiro, mas foram adiados.


Lançamento do míssil Minuteman III (foto de arquivo)
Lançamento do míssil Minuteman III © REUTERS / Michael Peterson

De acordo com o jornal Air Force Times, o míssil não estava equipado com carga de combate. Foi reconhecido que os testes foram bem-sucedidos, já que a ogiva atingiu o alvo planejado.

O míssil foi lançado da base Vandenberg no sul da Califórnia. No entanto, informa-se que o objetivo da prova foi verificar a preparação, eficiência e precisão do sistema.

Os mísseis Minuteman são regularmente testados com lançamentos da base Vandenberg, enviando os veículos não armados para atingirem uma zona-alvo em meio ao oceano Pacífico.

O especialista militar russo, Igor Korotchenko, comentou o lançamento em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik: "É um velho míssil balístico norte-americano que está em serviço já há várias dezenas de anos. Atualmente estão sendo modernizados conforme o plano e, em consequência, no âmbito do programa de manutenção de prontidão de combate, são efetuados os testes."

Para ele, esse evento não tem nada de extraordinário. "Mais um lançamento do Minuteman III não é nenhuma sensação. É um evento comum e os norte-americanos já nos tinham avisado disso com antecedência", ressaltou.

No entanto, ele notou que a Rússia não é inferior aos EUA neste caso, mencionando os mísseis russos Topol-M e Yars. "A nossa componente na estrutura da Força Estratégica de Mísseis e na estrutura das forças nucleares estratégicas é comparável com a norte-americana." A Rússia e os EUA possuem portadores estratégicos iguais em sua eficácia, assim como em cargas de combate, concluiu.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas