Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Guardas de fronteira da Grécia atiram contra helicóptero da Turquia

Guardas de fronteira da Grécia dispararam contra um helicóptero turco perto da ilha grega de Ro, no Mediterrâneo, como forma de alertar a aeronave para evitar se aproximar da região, segundo informou à Sputnik uma fonte das forças de segurança da Grécia nesta terça-feira.


Sputnik

"Foram tiros de aviso. Essa é uma reação absolutamente legítima da nossa parte. Foram ações que deveriam ser tomadas de acordo com o modus operandi existente. O helicóptero estava voando a cerca de uma milha [aproximadamente 1.600 metros] da base, a uma baixa altitude. Era um helicóptero da Guarda Costeira turca", disse a fonte. 


O helicóptero de combate turco Cobra (arquivo)
Helicóptero Bell Cobra da Turquia © AFP 2018 / ADEM ALTAN

De acordo com a rede de TV grega Skai, o Ministério da Defesa Nacional confirmou que o incidente ocorreu por volta das 22h30 da última segunda-feira, 9. A princípio, não houve contato visual com o helicóptero invasor. Os guardas teriam ouvido apenas o barulho, e, ao receberem ordens diretas da administração de Castelorizo, decidiram disparar.

Até o momento, o governo turco não se manifestou sobre o ocorrido.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas