Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Guardas de fronteira da Grécia atiram contra helicóptero da Turquia

Guardas de fronteira da Grécia dispararam contra um helicóptero turco perto da ilha grega de Ro, no Mediterrâneo, como forma de alertar a aeronave para evitar se aproximar da região, segundo informou à Sputnik uma fonte das forças de segurança da Grécia nesta terça-feira.


Sputnik

"Foram tiros de aviso. Essa é uma reação absolutamente legítima da nossa parte. Foram ações que deveriam ser tomadas de acordo com o modus operandi existente. O helicóptero estava voando a cerca de uma milha [aproximadamente 1.600 metros] da base, a uma baixa altitude. Era um helicóptero da Guarda Costeira turca", disse a fonte. 


O helicóptero de combate turco Cobra (arquivo)
Helicóptero Bell Cobra da Turquia © AFP 2018 / ADEM ALTAN

De acordo com a rede de TV grega Skai, o Ministério da Defesa Nacional confirmou que o incidente ocorreu por volta das 22h30 da última segunda-feira, 9. A princípio, não houve contato visual com o helicóptero invasor. Os guardas teriam ouvido apenas o barulho, e, ao receberem ordens diretas da administração de Castelorizo, decidiram disparar.

Até o momento, o governo turco não se manifestou sobre o ocorrido.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas