Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Iêmen dispara 8 mísseis contra alvos da Arábia Saudita

A unidade de mísseis iemenitas e os comitês populares tinham como alvo posições sauditas em Jizan com 8 mísseis.



Pars Today

Os mísseis eram Badr1 e atingiram lugares econômicos e importantes em Jizan, no sul do país.


Resultado de imagem para Iêmen dispara 8 mísseis contra alvos da Arábia Saudita

A Arábia Saudita e seus aliados regionais atacaram o Iêmen em março de 2015 para trazer de volta ao poder o presidente deposto do Iêmen Abdrabbuh Mansour Hadi.

Milhares de iemenitas foram mortos nos ataques da coalizão saudita-americana e mais de 2.000 morreram devido a uma epidemia de cólera.

Os sauditas, em seu último crime de guerra no Iêmen, bombardearam uma festa de casamento em Hajjah e mataram dezenas de civis inocentes, incluindo crianças.

Uma coalizão liderada pela Arábia Saudita que opera no Iêmen lançou dezenas de ataques aéreos em um campo rebelde em Sanaa, matando vários líderes Ansarullah, informou a mídia saudita no sábado.

A coalizão atingiu o campo de Najda perto do Ministério da Defesa no norte de Sanaa, assim como o prédio do governo no bairro de Sabin e um escritório de inteligência política, disse o jornal Sabk.

Comentários

Postagens mais visitadas