Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA criticam bombardeiros russos na Venezuela: "Nós mandamos navio-hospital"

O coronel Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criticou com veemência nesta segunda-feira o envio de bombardeiros russos à Venezuela e citou o envio de navio-hospital à região como exemplo do compromisso de Washington com a região.
EFE

Washington - "O enfoque dos EUA sobre a região difere do enfoque da Rússia. No meio da tragédia, a Rússia envia bombardeiros à Venezuela e nós mandamos um navio-hospital", declarou Manning durante uma entrevista coletiva realizada hoje no Pentágono.


O militar se referia com estas palavras ao USNS Comfort, que partiu em meados de outubro rumo à América Central e à América do Sul para oferecer ajuda sanitária aos milhares de refugiados venezuelanos amparados por diversos países da região.

"Enquanto nós oferecemos ajuda humanitária, a Rússia envia bombardeiros", lamentou Manning em referência ao envio uma esquadrilha de aviões russos, incluindo dois bombardeiros estratégicos T-160, capazes de carregar bomb…

Iêmen dispara 8 mísseis contra alvos da Arábia Saudita

A unidade de mísseis iemenitas e os comitês populares tinham como alvo posições sauditas em Jizan com 8 mísseis.



Pars Today

Os mísseis eram Badr1 e atingiram lugares econômicos e importantes em Jizan, no sul do país.


Resultado de imagem para Iêmen dispara 8 mísseis contra alvos da Arábia Saudita

A Arábia Saudita e seus aliados regionais atacaram o Iêmen em março de 2015 para trazer de volta ao poder o presidente deposto do Iêmen Abdrabbuh Mansour Hadi.

Milhares de iemenitas foram mortos nos ataques da coalizão saudita-americana e mais de 2.000 morreram devido a uma epidemia de cólera.

Os sauditas, em seu último crime de guerra no Iêmen, bombardearam uma festa de casamento em Hajjah e mataram dezenas de civis inocentes, incluindo crianças.

Uma coalizão liderada pela Arábia Saudita que opera no Iêmen lançou dezenas de ataques aéreos em um campo rebelde em Sanaa, matando vários líderes Ansarullah, informou a mídia saudita no sábado.

A coalizão atingiu o campo de Najda perto do Ministério da Defesa no norte de Sanaa, assim como o prédio do governo no bairro de Sabin e um escritório de inteligência política, disse o jornal Sabk.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas