Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Merkel: Esforços pelo desarmamento devem incluir EUA, Rússia, UE e China

A declaração da chanceler alemã ocorre em meio a um impasse entre Moscou e Washington, depois que os EUA anunciaram a suspensão do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF).
Sputnik

"O desarmamento é algo que preocupa a todos nós e é claro que ficaríamos felizes se essas conversas fossem realizadas não apenas entre os Estados Unidos, Europa e Rússia, mas também com a China", afirmou Angela Merkel na Conferência de Segurança de Munique, no sábado.


Comentando o assunto, o Ministro da Economia e Energia da Alemanha, Peter Altmaier, observou que o término do acordo poderia levar a uma nova corrida armamentista.

No início de fevereiro, Washington disse que estava suspendendo as obrigações previstas sob o Tratado INF. A Rússia respondeu da mesma maneira. Os EUA disseram que sairiam do tratado em seis meses, a menos que a Rússia voltasse a cumprir o acordo, mas Moscou refuta as alegações de violação do.

Washington também se mostrou favorável a um novo texto envolvendo t…

Irã condena veementemente a invasão dos sionistas contra a Síria

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Bahram Qasemi, condenou veementemente a invasão de combatentes do regime sionista contra a Síria e chamou-a de uma clara violação do direito internacional e na direção do fortalecimento do terrorismo.


Pars Today

De acordo com um relatório do Departamento de Mídia do Ministério das Relações Exteriores, Qasemi condenou na segunda-feira o ataque aéreo do regime sionista contra a Base Aérea "T-4" em Homs, na Síria.


Irã condena veementemente a invasão dos sionistas contra a Síria
Bahram Qasemi | Reprodução

Ele disse que a invasão do regime sionista contra a Síria é violação da soberania nacional e integridade territorial deste país e contrária a todas as leis e regulamentos internacionais.

Qasemi disse, sem dúvida, que essa ação do regime sionista, quando os desenvolvimentos de campo são benéficos para o governo legal sírio, é fortalecer grupos terroristas com o objetivo de desviar a opinião pública da catástrofe de Gaza e de dezenas de mártires e milhares de feridos.

O porta-voz ressaltou novamente o total apoio do Irã à integridade territorial e à soberania nacional da Síria, e pediu a todos os países e comunidade internacional que evitem ser indiferentes a uma invasão tão clara contra um membro da ONU.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas