Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Su-57 russo supera caças de 5ª geração F-22 e F-35 dos EUA, diz piloto militar

O uso de caças F-22 pela Força Aérea dos EUA na Síria privou este modelo de suas vantagens sobre aeronaves russas, segundo a mídia norte-americana. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, um piloto militar russo comentou a situação.
Sputnik

A utilização de caças norte-americanos F-22 na Síria privou os EUA das vantagens destes caças em relação aos caças russos, escreveu o jornal Military Watch. Segundo Veralinn Jamieson, tenente-general da Força Aérea dos EUA, os céus do Iraque e da Síria se tornaram "armazém de informações" para russos sobre atuação de caças estadunidenses durante operações.

Segundo o autor do artigo, os russos tiveram bastante tempo para analisar e testar a tecnologia de furtividade dos F-22, além de terem coletado dados sobre o uso da aeronave e encontrado meios de combatê-la. Além disso, a Rússia poderá usar essas tecnologias na fabricação de suas aeronaves.

O artigo enfatiza que os radares dos sistemas de mísseis antiaéreos S-300 e S-400 da Rússia …

Japão avalia resultado da cúpula intercoreana como 'positivo'

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, qualificou nesta sexta-feira como "positiva" a realização da histórica cúpula intercoreana, embora tenha afirmado que será preciso "vigiar o desenvolvimento" da aproximação estipulada entre Seul e Pyongyang.


EFE

Tóquio - "Considero que é positivo que nesta cúpula tenha se falado seriamente", apontou o chefe do Governo japonês, que elogiou os esforços feitos pela Coreia do Sul para a realização do encontro na fronteira entre o seu presidente, Moon Jae-in, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un.


EFE/ Korea Summit Press
Kim Jong-un e Moon Jae-in | EFE/ Korea Summit Press

No entanto, Abe se mostrou cauteloso e afirmou em entrevista à imprensa no Kantei, residência oficial do primeiro-ministro do Japão, que agora é necessário analisar os resultados da cúpula, sobre a qual será informado hoje diretamente por Moon por telefone, assim como "vigiar o processo" de aproximação empreendido na Coreia.

Kim e Moon realizaram hoje a primeira cúpula intercoreana em 11 anos e a terceira da história, e nela encenaram um primeiro passo para a reconciliação nacional e concordaram em trabalhar para a desnuclearização da península da Coreia.

Postar um comentário