Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Primeiro voo do Aero L-159T2

A Aero Vodochody realizou o primeiro voo do treinador a jato L-159T2 de dois lugares em 1º de agosto. O voo de 30 minutos foi conduzido pelos pilotos de testes da empresa Vladimír Kvarda e David Jahoda.
Poder Aéreo

A Força Aérea Tcheca encomendou três exemplares em 2016, que devem ser entregues até o final deste ano. As aeronaves L-159 são operadas pelas forças aéreas tcheca e iraquiana, pela empresa americana Draken International e, no passado, foram alugadas pela Força Aérea Húngara para treinamento de pilotos.

Estas novas aeronaves de assento duplo T2 têm uma fuselagem central e dianteira recém-construída e apresentam várias melhorias significativas, principalmente em equipamentos de cockpit e sistema de combustível, e são totalmente compatíveis com o NVG. Cada cockpit é equipado com duas telas multifuncionais e um assento de ejeção VS-20 atualizado. A aeronave também pode oferecer uma capacidade de reabastecimento sob pressão. O radar GRIFO, já em uso na versão de um único assento, a…

Japão diz que promessa da Coreia do Norte sobre fim de testes é insuficiente

O ministro da Defesa do Japão, Itsunori Onodera, afirmou neste sábado que a ação da Coreia do Norte é insuficiente para interromper os testes de mísseis nucleares e de longo alcance, disse a mídia local.


Sputnik

Falando em Washington, o chefe da defesa japonesa descreveu o compromisso como "insatisfatório" e "insuficiente", segundo a emissora NHK, e exigiu o fim dos testes de mísseis de curto e médio alcance.


Uma televisão instalada em uma rua de Tóquio mostra o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, no dia em que Pyongyang lançou um míssil em direção ao Japão
Kim Jong-un © REUTERS / Issei Kato

Onodera afirmou que não é hora de aliviar a pressão internacional sobre a Coreia do Norte, que, segundo ele, deve abandonar todas as armas nucleares.

O Japão promete manter a pressão máxima sobre Pyongyang até que isso seja cumprido plenamente, acrescentou o ministro.

Apesar do líder norte-coreano Kim Jong-un ter anunciado o fim dos testes neste sábado, o espaço aéreo japonês já foi invadido em mais de uma oportunidade por mísseis da Coreia do Norte, o que significa que a posse de tais armas, mesmo sem os testes, seguirá preocupando Tóquio.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas