Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Jatos sauditas atacam Sana'a em meio ao funeral do oficial Houthi

Dezenas de milhares de iemenitas tomaram as ruas da capital, Sana'a, para realizar uma procissão funerária para ums alta autoridade do movimento Houthi Ansarullah que foi morto em um ataque aéreo saudita.


Pars Today

Os iemenitas se reuniram em Sanaa no sábado para homenagear Saleh al-Samad, presidente do Conselho Político Supremo do Iêmen, que perdeu a vida em um ataque aéreo saudita em sua residência na cidade portuária de Hudaydah, no Mar Vermelho, em 19 de abril.


Jatos sauditas atacam Sana'a em meio ao funeral do oficial Houthi

O canal de televisão libanês al-Mayadeen informou um ataque saudita perto da cerimônia fúnebre, mas não houve relatos imediatos de possíveis baixas.

O canal também disse que as forças iemenitas dispararam oito mísseis balísticos tipo Badr 1 contra "alvos econômicos e vitais" na região de Jizan, no sudoeste da Arábia Saudita, em retaliação.

O míssil atingiu precisamente os alvos, de acordo com o relatório. A TV da Arábia Saudita citou o Ministério da Defesa dizendo que quatro mísseis destinados à província foram interceptados.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas