Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

Lendário submarino que venceu sozinho a frota norte-americana (VÍDEO)

Os Estados Unidos possuem a maior e mais diversificada Marinha do planeta, que se destaca especialmente por seus porta-aviões, aeródromos flutuantes que custam bilhões de dólares. No entanto, um pequeno submarino sueco conseguiu "destruir" este orgulho norte-americano durante uns exercícios, ressalta o portal Real Engineering.


Sputnik

Durante as manobras da OTAN no Atlântico em 2005, um submarino sueco da classe Gotland conseguiu passar por diante dos navios que escoltavam o porta-aviões norte-americano USS Ronald Reagan, entrar na "zona vermelha", disparar vários torpedos de exercício contra seu casco e fugir sem que o detectassem.


Submarino sueco HSwMS Gotland atravessando a baía de San Diego junto com o porta-aviões USS Ronald Reagan (foto de arquivo)
Submarino sueco HSwMS Gotland com o porta-aviões norte-americano USS Ronald Reagan ao fundo | CC0 / U.S. Navy photo by Photographer’s Mate 1st Class Michael Moriatis

Um porta-aviões da classe Nimitz, como o USS Ronald Reagan, de US$ 4,5 bilhões (R$ 15,7 bilhões), é capaz de transportar o dobro dos aviões e helicópteros em comparação com qualquer outro navio estrangeiro. Enquanto isso, um submarino da classe Gotland custa cerca de 100 milhões de dólares (R$ 349 milhões), como um só caça F-35, mas parece ser mais útil.

Os chefes da Marinha dos EUA ficaram tão confusos com os resultados das manobras que decidiram arrendar uns Gotland durante dois anos para melhorar os sistemas de detecção de submarinos. No entanto, encontrar um submarino nas profundidades oceânicas não é nada fácil, sublinha o portal.

O pequeno submarino de 1.600 toneladas de deslocamento se destaca pela propulsão independente do ar, motores de ciclo Stirling que são mais silenciosos do que os diesel e permitem permanecer muito tempo debaixo d'água.

Os submarinos da classe Gotland da Marinha da Suécia foram construídos entre 1992 e 1997. O navio, de 60,4 metros de comprimento, é capaz de alcançar uma velocidade de 20 nós. A tripulação é de 27 pessoas. Cada submarino está equipado com quatro tubos lança-torpedos de 533 mm e dois de 400 mm.



Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas