Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Presidente Assad: Síria pronta para a paz política

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, disse no domingo que a eliminação do terrorismo na maioria dos territórios sírios preparou o terreno para uma solução política para acabar com a guerra na Síria.
Pars Today

O que impede a paz na Síria são as políticas e pré-condições estabelecidas pelos defensores do terrorismo que impedem a paz, disse ele em uma reunião com o assistente sênior do ministro das Relações Exteriores do Irã, Hossein Jaberi Ansari.
Ansari, que lidera uma delegação de alto escalão, parabenizou o povo e a liderança da Síria pelas conquistas no âmbito da derrota do terrorismo na cidade de Daraa e seu interior, seja por meio de reconciliações ou operações militares, a agência de notícias estatal síria SANA, relatado.

O Presidente al-Assad sublinhou que estas realizações reflectem a vontade sólida do Exército Árabe Sírio e das forças aliadas na libertação de todo o território sírio do terrorismo.

A reunião foi uma de uma série que é regularmente realizada para trocar relatório…

Líder sírio destaca superioridade das armas russas sobre as ocidentais

O presidente sírio, Bashar Assad, avaliou positivamente as armas russas utilizadas para repelir o recente ataque dos EUA e aliados, destacando sua superioridade sobre as ocidentais durante um encontro com parlamentares russos, de acordo com o deputado Sergei Zheleznyak.


Sputnik

O presidente Assad elogiou os sistemas de defesa antiaérea soviéticos que ajudaram a repelir os mísseis lançados pelos EUA, França e Reino Unido na noite de sexta-feira (13) contra a Síria, informaram os deputados russos após o encontro com o presidente.


O presidente sírio Bashar Assad durante um discurso em frente dos diplomatas, em 20 de agosto de 2017
Bashar Assad © AP Photo / Página do Facebook da Presidência da Síria

Segundo Sergei Zheleznyak, do Comitê de Relações Internacionais da Duma (Câmara Baixa russa), Assad qualificou o ataque ocidental como "agressão".

"Do ponto de vista do presidente [sírio] foi uma agressão e nós compartilhamos esta posição. Ele elogiou as armas russas, que mostraram superioridade sobre as dos agressores", disse Zheleznyak após o encontro, acrescentando que não foi discutida a possível venda de sistemas de defesa aérea russos à Síria.

De acordo com Assad, os sistemas de defesa aérea sírios mostraram sua eficiência e o povo não teme mais os países da OTAN, relatou o deputado russo Dmitry Sablin.

O presidente sírio afirmou que a Síria continuará se desenvolvendo independentemente "apesar da agenda imposta pelo Ocidente", disse Sablin.

Os Estados Unidos, França e Reino Unido realizaram um ataque de mísseis na manhã deste sábado (14) contra alvos sírios, que, de acordo, com estes países, são usados para a produção de armas químicas. Foram lançados mais de 100 mísseis, sendo que grande parte foi interceptada pelo sistema de defesa da Síria.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas