Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Líder sírio destaca superioridade das armas russas sobre as ocidentais

O presidente sírio, Bashar Assad, avaliou positivamente as armas russas utilizadas para repelir o recente ataque dos EUA e aliados, destacando sua superioridade sobre as ocidentais durante um encontro com parlamentares russos, de acordo com o deputado Sergei Zheleznyak.


Sputnik

O presidente Assad elogiou os sistemas de defesa antiaérea soviéticos que ajudaram a repelir os mísseis lançados pelos EUA, França e Reino Unido na noite de sexta-feira (13) contra a Síria, informaram os deputados russos após o encontro com o presidente.


O presidente sírio Bashar Assad durante um discurso em frente dos diplomatas, em 20 de agosto de 2017
Bashar Assad © AP Photo / Página do Facebook da Presidência da Síria

Segundo Sergei Zheleznyak, do Comitê de Relações Internacionais da Duma (Câmara Baixa russa), Assad qualificou o ataque ocidental como "agressão".

"Do ponto de vista do presidente [sírio] foi uma agressão e nós compartilhamos esta posição. Ele elogiou as armas russas, que mostraram superioridade sobre as dos agressores", disse Zheleznyak após o encontro, acrescentando que não foi discutida a possível venda de sistemas de defesa aérea russos à Síria.

De acordo com Assad, os sistemas de defesa aérea sírios mostraram sua eficiência e o povo não teme mais os países da OTAN, relatou o deputado russo Dmitry Sablin.

O presidente sírio afirmou que a Síria continuará se desenvolvendo independentemente "apesar da agenda imposta pelo Ocidente", disse Sablin.

Os Estados Unidos, França e Reino Unido realizaram um ataque de mísseis na manhã deste sábado (14) contra alvos sírios, que, de acordo, com estes países, são usados para a produção de armas químicas. Foram lançados mais de 100 mísseis, sendo que grande parte foi interceptada pelo sistema de defesa da Síria.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas