Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Marinha dos EUA incorpora nova leva de mísseis Tomahawk por US$ 143 milhões

A empresa norte-americana fabricante de armas, Raytheon, fechou um contrato no valor de mais de US$ 143 milhões da Marinha dos EUA para que fornça um total de mais 100 mísseis de cruzeiro do sistema de lançamento vertical Tomahawk Block IV.


Sputnik

A informação foi divulgada pelo setor de imprensa do Departamento de Defesa dos EUA através de um comunicado à imprensa.


Resultado de imagem para Tomahawk Block IV
Tomahawk Block IV | Reprodução

"A Raytheon Company [de] Tucson, Arizona, receberá US$ 143.270.000 pelo […] contrato para […] fabricar um 100 lotes dos mísseis com sistema de lançamento vertical '15 Tomahawk Block IV all-up-round'", segundo afirmou o comunicado publicado nesta sexta-feira (27).

Esse tipo de míssil foi usado recentemente pelos EUA em ataques no Oriente Médio. Em 7 de abril, as forças armadas dos EUA, ao lado de seus aliados do Reino Unido e da França lançaram 105 mísseis Tomahawks sub-sônicos em alvos na Síria. Autoridades russas e sírias disseram que 71 de 103 mísseis foram interceptados e derrubados.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas