Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia testará novo avião de transporte militar até o final do ano

Il-112V deverá substituir modelos soviéticos An-24 e An-26, considerados obsoletos.
Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

A nova aeronave de transporte militar Il-112V completou os testes de fábrica e está sendo preparada para o primeiro voo, que está previsto para o final de 2018.


Caso os testes sejam bem sucedidos, o Il-112V substituirá nas Forças Armadas russas os modelos An-24 e An-26, desenvolvidos no início dos anos 1960.

O Ilyushin Il-112 é um avião de transporte militar leve de asa alta que está sendo desenvolvido pela Ilyushin Aviation Complex para transporte de cargas militares, equipamentos e pessoal.

Sua capacidade de carga máxima "útil" a bordo será de até cinco toneladas.

Os projetistas pretendem desenvolver duas versões do avião: uma com hangares estendidos para o transporte de equipamentos militares, carga e soldados; e outra, civil, para o transporte de passageiros e carga leve.

O Il-112V é um monoplano com configuração aerodinâmica tradicional e dois poderosos motores…

Médico do hospital de Douma nega pressão sobre testemunhas que refutam ataque químico

O administrador da ala de emergência do hospital da cidade síria de Douma declarou em uma entrevista coletiva em Haia, nesta quinta-feira (26), que a delegação composta por testemunhas, que refutam o suposto ataque químico na cidade, não foi pressionada a viajar para a sede da OPAQ nos Países Baixos.


Sputnik

Um repórter da coletiva de imprensa organizada pela missão permanente da Rússia na OPAQ perguntou às testemunhas sírias se haviam sido pressionadas a apresentar seus relatos de uma forma que favorecesse a Rússia e o governo de Bashar Assad.


Resultado de imagem para Médico do hospital de Douma
Médico do hospital de Douma e estudante de medicina, ambos no plantão do alegado "ataque químico", se reconhecem no vídeo da encenação e relatam o que viram

"Esta é uma pergunta muito estranha, nós viemos aqui não porque estávamos sob pressão. Ninguém nos disse o que dizer, nós viemos aqui para dizer a verdade", disse a autoridade médica.

No início deste mês, vários meios de comunicação e países ocidentais acusaram Damasco de usar armas químicas no subúrbio de Douma, em Damasco, em 7 de abril.

A Rússia e a Síria alegam que o ataque foi encenado e usado como provocação para justificar ataques ao país.

Soldados russos não encontraram vestígios de nenhum ataque no local, mas descobriram um laboratório de militantes equipado para fabricar armas químicas.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas