Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Mídia ocidental teme a 'arma do Juízo Final' russa

Um drone submarino russo equipado com uma bomba nuclear é capaz de destruir cidades costeiras inteiras, comunicou a edição Business Insider.


Sputnik

O jornal escreveu sobre o sistema Status-6, batizado pela mídia ocidental como a "arma do Juízo Final", capaz de transportar ogivas nucleares de 50 megaton de TNT.


Resultado de imagem para Status-6
Reprodução

De acordo com a edição, uma bomba nuclear de 20-50 megaton de TNT detonada perto da linha costeira terá uma potência equivalente ao tsunami ocorrido após o terramoto no Japão em março de 2011. Além disso, segundo especialistas, um ataque submarino pode causar ondas de até 100 metros de altura.

O Business Insider frisou que a explosão do torpedo do sistema Status-6 em posição submersa pode fazer levantar toneladas de água contaminada e causar uma chuva radioativa catastrófica.

Caso a explosão aconteça perto da costa da cidade de Los Angeles ou San Diego, o efeito destruidor das precipitações nucleares seria ainda mais forte devido ao vento frequente nestas zonas.

No dia 1 de março, o líder russo, Vladimir Putin, proferiu o tradicional discurso anual perante a Assembleia Federal da Rússia. Durante o pronunciamento foram mostrados vários vídeos com os mais recentes desenvolvimentos do equipamento militar russo que nunca haviam sido publicados antes.

Entre estes, drones submarinos capazes de navegar a grandes profundidades e a distâncias intercontinentais, superando consideravelmente a velocidade dos submarinos, dos torpedos mais avançados, bem como de todos os tipos de embarcações.

Tais drones podem ser dotados de munições convencionais e nucleares, o que os torna capazes de destruir uma ampla gama de alvos, inclusive grupos de navios de combate, fortificações costeiras e outras infraestruturas.

Postar um comentário