Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Ministério da Defesa da China revela segredo do seu novo míssil balístico

Em 26 de abril, o Ministério da Defesa da China finalmente lançou luz sobre sua recente "arma mortífera".


Sputnik

Na quinta-feira (26), o representante da Defesa chinesa, Wu Qian, confirmou que o novo míssil balístico de longo alcance, que entrou recentemente em serviço no exército, chama-se Dong Feng-26 (DF-26).


Veículos militares lavando mísseis balísticos chineses DF-26
Veículos transportando o míssil chinês Dong Feng-26 (DF-26) © AFP 2018 / Andy Wong

Previamente foi informado que a Força de Mísseis Balísticos do Exército Popular de Libertação da China já recebeu um novo míssil balístico de longo alcance, aumentando significativamente as capacidades de defesa do país. No entanto, não foi divulgada informação nenhuma sobre que míssil em particular se trata.

"O Exército Popular de Libertação da China admitiu que se trata do DF-26, um míssil balístico de longo alcance de nova geração completamente desenvolvido pela China. Passou por todos os testes necessários e confirmou sua prontidão para combates. Depois de sua instalação, o míssil oficialmente entrou em serviço no exército chinês", afirmou Qian.

Ao mesmo tempo, ele ressaltou que a "estratégia nuclear da China tem caráter exclusivamente defensivo, não tendo a política da República Popular da China — em nenhum caso não usar armas nucleares primeiro — sofrido nenhuma alteração".

A nova arma é capaz tanto de realizar contra-ataque nuclear como atingir alvos terrestres e marítimos, inclusive navios de média e grande envergadura localizados a distâncias significativas.

Postar um comentário