Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Não farão conosco o que fizeram com o Iraque e a Líbia, diz a Síria

A Síria não permitirá repetir o cenário de devastação e mudança de poder como no Iraque ou na Líbia, assegurou nesta terça-feira o representante permanente da Síria perante a ONU, Bashar Jaafari.


Sputnik

"Não permitiremos que ninguém, nem um membro permanente nem um membro não permanente do Conselho de Segurança, faça conosco o que fizeram com o Iraque e a Líbia", disse ele em uma reunião do Conselho de Segurança da ONU.


Embaixador da Síria na ONU, Bashar Jaafari
Embaixador da Síria na ONU, Bashar Jaafari © REUTERS/ Denis Balibouse

Dirigindo-se aos países ocidentais, Jaafari disse que "suas ameaças de agressão, manobras, mentiras e terrorismo nunca farão de nós, um dos Estados fundadores desta organização, mudar o caminho de nossos direitos e o cumprimento de nossos compromissos de acordo com Constituição nacional".

Ele acrescentou que seu país continuará a defender sua soberania e integridade territorial de qualquer agressão.

Postar um comentário