Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA ameaçam Turquia com sanções em caso de compra dos sistemas S-400 da Rússia

Em dezembro 2017, Rússia e Turquia assinaram um acordo de empréstimo para o fornecimento de sistemas de mísseis de defesa aérea S-400 russos para a Turquia.
Sputnik

O assessor do secretário de Estado dos EUA, Wess Mitchell, declarou nesta quarta-feira (18), durante uma audiência na Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Representantes dos EUA, que a Turquia pode receber sanções após a compra dos sistemas de defesa russos S-400.


"Ancara confirma que concordou em comprar os sistemas de mísseis russos S-400, o que pode potencialmente levar a sanções no âmbito do artigo 231 da Lei de Contenção de Adversários da América Através de Sanções [CAATSA] e influencia negativamente sobre a participação no programa dos F-35 [caças de 5ª geração]", disse o representante do Departamento de Estado na audiência sobre a política dos EUA no Oriente Médio.

Em dezembro do ano passado, os representantes russos e turcos assinaram um acordo de crédito para fornecimento de sistemas S-400. Segundo …

Novos ataques aéreos atingem Ghouta Oriental após alegado 'ataque químico'

Novos ataques aéreos atingiram neste domingo (8) os bairros de Ghouta Oriental, na Síria, ocupados por rebeldes, relatou um monitor, após mais de 80 pessoas terem sido mortas neste fim-de-semana, inclusive em um suposto ataque químico denunciado pelos EUA.


Sputnik

Os novos ataques aparecem em meio a relatos sobre um cessar-fogo e a possibilidade de reinício das negociações entre o governo sírio e o agrupamento radical Jaysh al-Islam, a última fação rebelde em Ghouta.


Fumaça em Ghouta Oriental
Ghouta Oriental, Síria © AFP 2018/ Ammar Suleiman

Alegações sobre um suposto ataque de cloro neste sábado (7) têm provocado uma vasta repercussão internacional, enquanto as mídias sírias e Moscou caracterizaram estes relatos como "fabricações", ressalta a agência AFP.

As forças de Assad recomeçaram nesta sexta-feira (6) sua ofensiva contra a cidade de Douma, última cidade controlada por rebeldes em Ghouta Oriental, após as conversações sobre a saída dos membros de Jaysh al-Islam terem fracassado.

O exército efetuou uma ofensiva maciça e duas evacuações negociadas para retomar o controle de 95% de Ghouta Oriental, anteriormente o maior reduto de rebeldes próximo a Damasco.

Na semana passada, esperava-se que Douma também seguisse esse exemplo, depois da evacuação de milhares de rebeldes e suas famílias, mas houve relatos sobre divisões entre os rebeldes e a recusa de alguns de saírem da área.


Postar um comentário