Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

OTAN nega planos de fortalecer presença no Báltico

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) não está considerando, no momento, a possibilidade de fortalecer as suas defesas nos países bálticos, segundo afirmou nesta quinta-feira o secretário-geral da aliança, Jens Stoltenberg.


Sputnik

"Atualmente, não estamos planejando aumentar nossa presença militar na região. Mas o que estamos planejando é fortalecer a nossa capacidade de reforçá-la, se necessário", disse Stoltenberg durante uma coletiva de imprensa na Holanda, ao ser questionado sobre a suposta ameaça russa à estabilidade da Europa. 


Caça F-16 da Força Aérea portuguesa  e caça CF-18 Hornet patrol da Força Aérea canadense sobre o mar Báltico (foto de arquivo)
F-16 Fighting Falcon português e CF-18 Hornet canadense © REUTERS / Ints Kalnins

Desde o início da crise ucraniana, os membros da OTAN vêm adotando uma postura mais agressiva em relação a Moscou, acusando a Rússia de representar uma séria ameaça para países vizinhos. Os russos, por sua vez, acusam a organização ocidental de investir na instabilidade europeia ao adotar essa postura antirrussa, se aproximando cada vez mais das fronteiras da Rússia.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas