Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Pentágono: adversários obstruem trabalho de aviação estadunidense na Síria

Os aviões dos EUA que garantem o apoio às forças especiais dos EUA e militantes na Síria foram enfrentados por meios de guerra eletrônica, declarou, segundo informa o canal Fox News, o comandante da Força de Operações Especiais, general Tony Thomas.


Sputnik

Falando em uma conferência dedicada ao uso dos meios de guerra eletrônica na Síria, ele notou que a aviação norte-americana nessa república árabe funciona "nas condições mais agressivas na Terra". Conforme Thomas, os adversários dos EUA "a cada dia nos testam, bloqueiam os nossos meios de comunicação e desativam [os aviões de apoio às forças terrestres] AC-130", comunica o Fox News.


Avião de ataque ao solo AC-130 da Força Aérea dos EUA
AC-130 Hércules da USAF © AFP 2018 / Força Aérea dos EUA

Segundo a edição The Drive, Thomas não detalhou quem ele mencionou como "adversários", mas é muito provável que se tratasse da Rússia ou de forças apoiadas por ela.

A mídia aponta que os meios de guerra eletrônica são perigosos para o AC-130, já que são capazes de bloquear os sistemas de comunicação e transferência de dados que permitem às tripulações dos aviões coordenar os ataques com as forças terrestres e drones.

Mais cedo, o canal de televisão NBC, com referência a funcionários norte-americanos não especificados, comunicou que a Rússia bloqueou os sinais de rádio de drones norte-americanos na Síria, o que afetou consideravelmente as operações militares dos EUA.

De acordo com o canal, os militares russos começaram a criar interferências após os supostos ataques químicos em Ghouta Oriental. Por sua vez, no Conselho da Federação da Rússia (câmara alta do parlamento russo) negaram essas acusações.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas