Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Merkel: Esforços pelo desarmamento devem incluir EUA, Rússia, UE e China

A declaração da chanceler alemã ocorre em meio a um impasse entre Moscou e Washington, depois que os EUA anunciaram a suspensão do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF).
Sputnik

"O desarmamento é algo que preocupa a todos nós e é claro que ficaríamos felizes se essas conversas fossem realizadas não apenas entre os Estados Unidos, Europa e Rússia, mas também com a China", afirmou Angela Merkel na Conferência de Segurança de Munique, no sábado.


Comentando o assunto, o Ministro da Economia e Energia da Alemanha, Peter Altmaier, observou que o término do acordo poderia levar a uma nova corrida armamentista.

No início de fevereiro, Washington disse que estava suspendendo as obrigações previstas sob o Tratado INF. A Rússia respondeu da mesma maneira. Os EUA disseram que sairiam do tratado em seis meses, a menos que a Rússia voltasse a cumprir o acordo, mas Moscou refuta as alegações de violação do.

Washington também se mostrou favorável a um novo texto envolvendo t…

Pentágono: adversários obstruem trabalho de aviação estadunidense na Síria

Os aviões dos EUA que garantem o apoio às forças especiais dos EUA e militantes na Síria foram enfrentados por meios de guerra eletrônica, declarou, segundo informa o canal Fox News, o comandante da Força de Operações Especiais, general Tony Thomas.


Sputnik

Falando em uma conferência dedicada ao uso dos meios de guerra eletrônica na Síria, ele notou que a aviação norte-americana nessa república árabe funciona "nas condições mais agressivas na Terra". Conforme Thomas, os adversários dos EUA "a cada dia nos testam, bloqueiam os nossos meios de comunicação e desativam [os aviões de apoio às forças terrestres] AC-130", comunica o Fox News.


Avião de ataque ao solo AC-130 da Força Aérea dos EUA
AC-130 Hércules da USAF © AFP 2018 / Força Aérea dos EUA

Segundo a edição The Drive, Thomas não detalhou quem ele mencionou como "adversários", mas é muito provável que se tratasse da Rússia ou de forças apoiadas por ela.

A mídia aponta que os meios de guerra eletrônica são perigosos para o AC-130, já que são capazes de bloquear os sistemas de comunicação e transferência de dados que permitem às tripulações dos aviões coordenar os ataques com as forças terrestres e drones.

Mais cedo, o canal de televisão NBC, com referência a funcionários norte-americanos não especificados, comunicou que a Rússia bloqueou os sinais de rádio de drones norte-americanos na Síria, o que afetou consideravelmente as operações militares dos EUA.

De acordo com o canal, os militares russos começaram a criar interferências após os supostos ataques químicos em Ghouta Oriental. Por sua vez, no Conselho da Federação da Rússia (câmara alta do parlamento russo) negaram essas acusações.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas