Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Por que motivo Rússia decidiu transferir Flotilha do Mar Cáspio mais para sul?

O ex-comandante da Frota do Mar Negro russa, almirante Vladimir Komoedov, explicou a decisão de transferir a Flotilha do Mar Cáspio, tomada recentemente pelo ministro da Defesa, Sergei Shoigu.


Sputnik

A Flotilha do Mar Cáspio será deslocada da cidade de Astrakhan para a de Kaspiysk, na república do Daguestão.


Treinamentos da flotilha da Frota do Cáspio
Belonaves da Flotilha do Mar Cáspio © Sputnik/ Denis Abramov

Segundo disse o ex-comandante à emissora russa Zvezda, tal posicionamento é mais conveniente e há muito tempo que era discutido.

"Em primeiro lugar, do ponto de vista estratégico, lá temos muitos países amistosos. Em segundo lugar, serão deslocados o ponto de comando e de controle", detalhou.

Explicando por que o novo posicionamento é mais conveniente, o almirante disse o seguinte:

"Acho a nova localização mais conveniente para o posicionamento, assim como para a saída dos navios ao mar e uso das forças, inclusive em outros territórios."

Recentemente, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, anunciou a transferência da Flotilha do Mar Cáspio para a cidade de Kaspiysk, onde está sendo construída uma nova infraestrutura naval com posterior aumento do número de oficiais e soldados.

A transferência da flotilha está prevista para 2019, mas pode ser adiada, dependendo da prontidão das instalações, comentou o interlocutor da Sputnik.

A tarefa principal da Flotilha do Mar Cáspio é defender as fronteiras sul da Rússia, assegurar os interesses nacionais do país e combater ao terrorismo. A flotilha também desempenha um papel importante na preservação da liderança da Rússia em um dos maiores mares fechados, objeto desde há 15 anos de uma disputa territorial sobre os campos petrolíferos e recursos biológicos.

Comentários

Postagens mais visitadas