Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Por que motivo Rússia decidiu transferir Flotilha do Mar Cáspio mais para sul?

O ex-comandante da Frota do Mar Negro russa, almirante Vladimir Komoedov, explicou a decisão de transferir a Flotilha do Mar Cáspio, tomada recentemente pelo ministro da Defesa, Sergei Shoigu.


Sputnik

A Flotilha do Mar Cáspio será deslocada da cidade de Astrakhan para a de Kaspiysk, na república do Daguestão.


Treinamentos da flotilha da Frota do Cáspio
Belonaves da Flotilha do Mar Cáspio © Sputnik/ Denis Abramov

Segundo disse o ex-comandante à emissora russa Zvezda, tal posicionamento é mais conveniente e há muito tempo que era discutido.

"Em primeiro lugar, do ponto de vista estratégico, lá temos muitos países amistosos. Em segundo lugar, serão deslocados o ponto de comando e de controle", detalhou.

Explicando por que o novo posicionamento é mais conveniente, o almirante disse o seguinte:

"Acho a nova localização mais conveniente para o posicionamento, assim como para a saída dos navios ao mar e uso das forças, inclusive em outros territórios."

Recentemente, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, anunciou a transferência da Flotilha do Mar Cáspio para a cidade de Kaspiysk, onde está sendo construída uma nova infraestrutura naval com posterior aumento do número de oficiais e soldados.

A transferência da flotilha está prevista para 2019, mas pode ser adiada, dependendo da prontidão das instalações, comentou o interlocutor da Sputnik.

A tarefa principal da Flotilha do Mar Cáspio é defender as fronteiras sul da Rússia, assegurar os interesses nacionais do país e combater ao terrorismo. A flotilha também desempenha um papel importante na preservação da liderança da Rússia em um dos maiores mares fechados, objeto desde há 15 anos de uma disputa territorial sobre os campos petrolíferos e recursos biológicos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas