Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Risco real: ONU alerta para a crescente ameaça do uso de armas nucleares

A ameaça do uso de armas nucleares continua a crescer, enquanto importantes acordos internacionais sobre segurança coletiva estão sendo violados, disse o vice-secretário-geral e alto representante da ONU para Assuntos de Desarmamento, Izumi Nakamitsu.


Sputnik

"O mundo enfrenta hoje os mesmos desafios que levaram à criação do Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP), a ameaça do uso de armas nucleares internacionalmente ou não, está crescendo", afirmou Nakamitsu.


Nuclear explosion
Explosão nuclear © Foto : Pixabay

Falando na reunião da sessão preparatória da Conferência de Revisão do TNP, uma cúpula a ser realizada em 2020, ele acrescentou que "esta ameaça, que afeta toda a humanidade, existirá enquanto os arsenais nacionais tiverem armas nucleares".

Nakamitsu ressaltou que a situação geopolítica continua a piorar, enquanto alguns dos acordos mais importantes sobre segurança coletiva estão sendo violados.

"A retórica sobre a necessidade e utilidade das armas nucleares está aumentando, a modernização dos programas dos Estados nucleares leva muitos a caracterizá-la como uma nova corrida armamentista", analisou.

Ele também enfatizou a necessidade de continuar as negociações sobre o controle de armas e o desarmamento antes que o mundo seja incapaz de controlar a criação e o uso de arsenais nucleares.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas